Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Vereador quer que terminais integrados tenham ar-condicionado

Blog de Jamildo
Blog de Jamildo
Publicado em 04/06/2019 às 19:44
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Leitura:

Após as discussões sobre a instalação de ar-condicionado em ônibus do Recife, o vereador Carlos Gueiros (PSB) apresentou nessa segunda-feira (3) um projeto de lei para que os terminais integrados também sejam climatizados. "Como acontece nas estações de BRT", comparou. A mudança na estrutura seria em equipamentos como Joana Bezerra e Macaxeira, entre outros.

Esses terminais são administrados atualmente pelo Grande Recife Consórcio de Transporte, órgão ligado ao Governo de Pernambuco, não à Prefeitura do Recife.

Na semana passada, a gestão estadual anunciou a intenção de privatizá-los. A medida está vinculada ao novo Programa de Parcerias Estratégicas do Estado (PPPE), sancionado pelo governador Paulo Câmara (PSB) no último dia 21.

LEIA TAMBÉM

» Governo publica edital para privatizar terminais integrados na RMR

» Em propaganda, vereador cobra paternidade de ar-condicionado em ônibus

» Em Olinda, Lupércio dá rasteira em vereadores e assina decreto por ar-condicionado nos ônibus

» Petrolina deve ter ônibus com ar-condicionado em até seis meses

» Saiba quais são as linhas de ônibus que terão ar-condicionado no Recife

"Não é ideia minha, isso já acontece em Goiás", disse o vereador.

Além da climatização, o projeto prevê a instalação de banheiros e serviço fixo de segurança. 

Há ainda a previsão de requalificação das paradas de ônibus, com a elevação do piso, a obrigatoriedade de iluminação noturna e a instalação de proteção contra chuva e de pelo menos três assentos.

O projeto de Carlos Gueiros foi apresentado em reunião plenária e seguiu para as Comissões de Legislação e Justiça; Acessibilidade e Mobilidade Urbana; Planejamento Urbano e Obras; Direitos Humanos e Cidadania; e Finanças e Orçamento. Emendas poderão ser apresentadas até o dia 11.

Leia a íntegra do projeto de lei

Últimas notícias