Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Secretário de Paulo Câmara defende Greenpeace e critica ministro do Meio Ambiente: 'ridículo'

jamildo
jamildo
Publicado em 25/10/2019 às 11:01
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Leitura:

O secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes (PSD), foi às redes sociais, no final da noite desta quinta-feira (24), para criticar o ministro do Meio Ambiente do Governo Bolsonaro, Ricardo Salles (NOVO), pelas declarações do ministro sobre a ONG Greenpeace.

"Não dá para acreditar que o ministro Salles, do Meio Ambiente, está insinuando que o óleo teria sido jogado pelo Greenpeace em alto mar. Isso mostra o quanto o Governo Federal está perdido. E nós em maus lençóis", disse Rodrigo Novaes, deputado estadual licenciado.

O secretário do governador Paulo Câmara (PSB) está preocupado com a repercussão internacional das declarações do Governo Bolsonaro.

"Segue a trilha de atribuir a quem pensa diferente a culpa por tudo. Não se surpreendam se alguém disser que a França teve participação! Ridículo!", avaliou Rodrigo Novaes.

Na tarde desta quinta-feira (24), o ministro postou em seu perfil no Twitter uma mensagem atacando o Greenpeace. No texto, ele insinua que a ONG poderia ser a responsável pelo vazamento de óleo que atingiu o litoral nordestino.

 

Já em matéria publicada no site oficial da Assembleia Legislativa (Alepe), nesta quarta-feira (23), o alvo de críticas foi Rodrigo Novaes.

VEJA ABAIXO O TEXTO DO SITE OFICIAL DA ALEPE:

A postura do secretário de Turismo de Pernambuco, o deputado estadual licenciado Rodrigo Novaes, recebeu manifestação de repúdio do deputado Clovis Paiva (PP) na Reunião Plenário desta quarta (23). Segundo o parlamentar, o gestor estadual tem exibido um viés “personalista e eleitoreiro” na condução da Secretaria.

“A falta de sensibilidade e o excessivo personalismo do atual secretário Rodrigo Novaes tem impedido o turismo pernambucano de alcançar o seu potencial. A atuação parece atender apenas às suas bases pessoais”, considerou Paiva.

“Como exemplo, o Estado perdeu recentemente dois vôos internacionais, para Madrid e Berlim. Com o derramamento do óleo em nossas praias, temo pela reação de um gestor tão personalista. Municípios podem ser prejudicados”, complementou.

O deputado também criticou a realização de eventos da Secretaria de Turismo sem que os parlamentares atuantes na região sejam avisados.

“É algo deselegante, e que gera mal-estar e insatisfação na Casa. Por exemplo, quando ele anunciou a requalificação do Ginásio Fernandão, em Ribeirão, não avisou a mim, que sou deputado majoritário naquele município”, relatou.

Últimas notícias