Jornalista lança biografia de Waldir Pires, opositor da ditatura militar, no Recife

Fillipe Vilar
Cadastrado por
Fillipe Vilar
Publicado em 28/10/2019 às 14:31
Emiliano José assina biografia (Foto: Divulgação)
Emiliano José assina biografia (Foto: Divulgação)
Leitura:

O segundo volume do livro "A Biografia de Waldir Pires" tem lançamento previsto para a próxima sexta-feira (1º), no Recife. O evento deve ocorrer às 18h, no Armazém do Campo, bairro de Santo Antônio, centro do Recife. A biografia foi escrita pelo jornalista e escritor Emiliano José.

Entre as obras do autor têm destaque “Marighella, o Inimigo Número Um da Ditadura Militar”, “Lamarca, o Capitão da Guerrilha” em coautoria com Oldack de Miranda”, “As Asas Invisíveis do Padre Renzo”, a história do padre italiano que percorreu 14 prisões durante a ditadura militar no Brasil, além de cinco edições da série “Galeria F - Lembranças do Mar Cinzento”, que tratam sobre o que ocorreu com os ex-presos políticos nas prisões da Bahia.

LEIA MAIS

»João Campos ataca post de Carlos Bolsonaro: ‘cogita a volta de uma ditadura?’

»Bolsonaro ataca pai de Bachelet, morto na ditadura chilena, e é criticado por Piñera

»TRF2 aceita denúncia sobre tortura e estupro na ditadura militar

Quem foi Waldir Pires?

O baiano Waldir Pires foi um personagem de longa presença na política brasileira. Foi secretário de Estado aos 24 anos, deputado estadual e federal e Consultor-Geral da República no Governo João Goulart. Com o Golpe Militar de 1964 foi para o exílio no Uruguai e depois para a França, onde lecionou na Universidade de Dijon.

Com o fim do AI-5, que endureceu a perseguição política a opositores, em 1979, regressou ao Brasil. Foi governador da Bahia, ministro da Controladoria-Geral da República, Ministro da Previdência, Ministro da Defesa, deputado federal e no final da vida foi eleito vereador por Salvador. Emiliano José precisou de dois volumes para contar essa história.

»Morre, aos 105 anos, Dona Elzita Santa Cruz, símbolo contra a ditadura

»Paulo Câmara defende homenagem a vítimas da ditadura contra retorno do regime

O escritor

O autor da biografia de Waldir, Emiliano José da Silva Filho, participou da resistência à ditadura militar de 1964. Ele foi líder estudantil em São Paulo, onde foi para clandestinidade. Foi torturado pelo regime e enfrentou quatro anos de prisão, na Penitenciária Lemos Brito, na Bahia. 

“Lamarca” é o título do filme dirigido pelo cineasta Sérgio Rezende, em 1994, estrelado pelos atores Paulo Betti, Carla Camurati e José de Abreu, foi baseado no livro que Emiliano escreveu sobre o guerrilheiro. “A Última Clandestina em Paris” e a vida do padre Renzo Rossi renderam dois longa-metragens, documentários sob direção do cineasta baiano Jorge Felippi.

Últimas notícias