Governo dos Estados vão se reunir na sexta para definir ações sobre impostos

jamildo
Cadastrado por
jamildo
Publicado em 29/03/2020 às 17:45
Leitura:

O governador Paulo Câmara informou a empresários locais que o tema dos impostos será discutido no âmbito nacional, na próxima sexta-feira (03/04), também por teleconferência, durante a reunião do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Fazenda – Consefaz.

O governo do Estado já conseguiu adiar por seis meses o pagamento da dívida e vai economizar ao menos R$ 840 milhões.

O problema é que a previsão inicial de queda na arrecadação do ICMS soma mais de R$ 3 bilhões, conforme já antecipou o blog.

Entre os pleitos apresentados pelo empresariado ao chefe do Executivo, neste domingo, o principal dele era relativo às questões de isenção ou redução tributária.

"Estamos concentrados no que é mais emergencial. Nosso compromisso número um é salvar vidas. Mas assim como todo o setor produtivo estamos preocupados com os impactos dessa crise na economia. O que o Governo Federal apresentou até agora foi tímido e insuficiente. Precisamos focar na preservação dos empregos", afirmou o governador Paulo Câmara.

O governo disse que o contato com as principais entidades empresariais visava sobretudo para preservar os empregos. O governador realizou reunião por videoconferência, neste domingo (29), com nove entidades empresariais atuantes no estado.

O encontro aconteceu dois dias depois de um primeiro contato, na sexta-feira, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico – SDEC com representantes das principais entidades da indústria e do comércio em Pernambuco. A SDEC encabeça o “Comitê de Articulação Estratégica” formado para articular ações conjuntas de enfrentamento aos efeitos da Covid-19 na economia.

Neste domingo, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar liberando o governo federal de cumprir artigos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que preveem compensação orçamentária para gastos extraordinários relacionados ao combate à pandemia do novo coronavírus.

Por parte da iniciativa privada, participaram do encontro representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – Fiepe, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco – Fecomércio/PE, Associação de Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco – Ademi, Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco – Sinduscon, Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco-Faepe, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis-ABIH, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Porto de Galinhas-ABIH e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes-Abrasel.

Câmara dos Deputados aprova auxílio emergencial de R$ 600 para pessoas de baixa renda. Guedes queria R$ 200

Geraldo Julio vai tentar gerar receita extra antecipando IPTU de 2021

Últimas notícias