Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Vereadores do PSB criticam Daniel Coelho, Mendonça Filho e Priscila Krause e saem em defesa da Prefeitura após operações da PF

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 24/07/2020 às 8:59
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Leitura:

Após políticos de oposição terem feito críticas à Prefeitura do Recife em razão das duas operações da Polícia Federal realizadas nesta quinta-feira (23) que miram supostas irregularidades em compras para combate ao coronavírus, aliados do prefeito Geraldo Julio (PSB) na Câmara de Vereadores saíram em defesa da gestão municipal e rebateram as falas dos adversários.

> Operações da PF que investigam supostas irregularidades pela Prefeitura do Recife repercutem entre políticos da oposição

As operações Apneia e Balmasqué foram deflagradas nesta quinta-feira (23) pela Polícia Federal.

O vereador Davi Muniz (PSB) rebateu Priscila Krause e classificou as falas da deputada estadual como "oportunismo". A deputada estadual disse que, em maio, fez denúncias contra a Prefeitura do Recife, por ser, segundo a parlamentar, a capital brasileira que mais havia contratado sem licitação. 

"A quantidade de vezes que Priscila Krause distorceu dados e fez da vida dos recifenses palanque eleitoral é absolutamente proporcional à sua inércia diante do desafio da pandemia. Muito triste, mas pouco surpreendente: desde o início da pandemia Priscila Krause nada fez para salvar sequer uma vida no Recife e foi uma das principais aliadas do vírus na cidade", disse Davi Muniz.

LEIA TAMBÉM:

> Diretor financeiro da Secretaria de Saúde do Recife é afastado do cargo em operação da PF contra supostas irregularidades em compras da Prefeitura

> PF faz 3ª fase de operação contra supostas irregularidades em compras de respiradores pela Prefeitura do Recife para combate ao coronavírus

> Prefeitura do Recife nega irregularidades em compras para combate ao coronavírus em meio a operações da Polícia Federal

> Defesa do secretário de Saúde do Recife diz que operações tem “caráter midiático”

> MPF pediu prisão temporária de secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, mas Justiça Federal negou pedido

"Além do resultado concreto do trabalho exemplar da Prefeitura do Recife e de cada recifense que tem lutado de frente contra o coronavírus, com mais de 12 mil vidas salvas, temos a certeza que restará absolutamente clara a correção de todo esse esforço. Todas as compras da Prefeitura foram feitas dentro da regularidade, nenhum centavo foi desperdiçado e essas serão as respostas trazidas pelas investigações, pois é a verdade", afirmou Davi.

"Confiamos na verdade e sabemos que o recifense sabe discernir quem trabalhou para salvar vidas e quem não fez nada na maior crise de saúde da história da cidade", complementou Davi.

helio guabiraba vereador recife Foto: Carlos Lima/Câmara do Recife

O vereador Hélio Guabiraba (PSB) alfinetou o pedido de Daniel Coelho para que a Câmara do Recife abra um pedido de impeachment contra o prefeito Geraldo Julio. “Chega a ser risível o pedido de impeachment do sempre derrotado Daniel Coelho. Como já foi exaustivamente esclarecido pela Prefeitura, não houve nenhum prejuízo para o Recife”.

“Todo o dinheiro gasto na compra dos respiradores foi devolvido e todo o material comprado foi entregue e está sendo utilizado para proteger os profissionais de saúde no combate à covid-19”, disse Hélio.

O vereador também rebateu trecho de um vídeo publicado por Daniel Coelho em redes sociais. Em seu Twitter, o pré-candidato do Cidadania a prefeito, Daniel Coelho, compartilhou um vídeo no qual diz que os secretários de Saúde da cidade do Recife zombaram da população. 

LEIA TAMBÉM:

> PF faz 3ª fase de operação contra supostas irregularidades em compras de respiradores pela Prefeitura do Recife para combate ao coronavírus

> Justiça ordenou busca e apreensão em residências de auxiliares do secretário de Saúde do Recife

“Chama a atenção no vídeo do eterno candidato a seguinte fala: “Não devemos esperar a eleição, não”. Ora, Daniel, Geraldo nem é candidato à reeleição, já cumpriu dois mandatos. Isso tudo é medo do debate democrático, ou as lembranças das duas últimas eleições no Recife ainda estão acesas na sua memória?", disse Hélio.

Em relação às críticas de Mendonça Filho, o vereador Augusto Carreras (PSB) disse que o ex-ministro quer colocar no currículo o título "porta-voz da morte". Mendonça Filho, ex-ministro da Educação do Governo Temer e pré-candidato pelo Democratas, disse, por meio de nota, que é inexplicável o silêncio do atual prefeito Geraldo Júlio após cinco operações da PF. 

"Mendonça Filho está fazendo de tudo para colocar em seu currículo o cargo de porta-voz da morte no Recife, não bastando nunca ter feito nada pela cidade quando teve oportunidade. Não por coincidência é lembrado sempre como o ex-ministro da Educação de Temer, que acabou com o Prouni e Fies e que nunca moveu uma palha pelo Recife. Agora, Mendonça só aparece para fazer política eleitoreira e vazia com a vida das pessoas na pandemia", disse Augusto Carreras.

Augusto Carreras também disse que Mendonça é aliado do governo Bolsonaro.

"São mais de quatro meses de pandemia no Recife e ninguém viu Mendonça se movimentar pra fazer absolutamente nada pelas pessoas da cidade. Nenhuma ação concreta. Sequer uma fala de apoio às famílias. Qualquer mobilização que fosse para ajudar as pessoas que estão sofrendo com a crise da pandemia , abandonadas pelo governo Bolsonaro, seu aliado e atual padrinho. Só aparece para fazer ataques vazios e surfar a onda fácil do oportunismo eleitoral", criticou Augusto.

"A verdade sobre a operação da Polícia Federal de hoje é que não houve um real sequer de prejuízo para o contribuinte recifense. Todo o dinheiro pago na compra dos respiradores foi devolvido e todos os materiais como máscaras, luvas e toucas foram entregues à Prefeitura e ajudaram a proteger os profissionais de saúde no front", complementou.

Últimas notícias