Compesa irá contratar consultoria sobre deslizamento em Dois Unidos. Nove meses depois de sete mortes

jamildo
jamildo
Publicado em 27/08/2020 às 14:45
Leitura:

A Compesa, estatal de águas e saneamento do Estado de Pernambuco, irá contratar uma consultoria para fazer a "análise crítica de um diagnóstico sobre deslizamento de terra ocorrido em Dois Unidos, Recife/PE".

O objeto da consultoria é a tragédia ocorrida na véspera do Natal de 2019, no bairro de Dois Unidos, que vitimou sete pessoas, após deslizamento de terra.

Cinco adultos, uma criança e um bebê morreram.

O deslizamento atingiu duas casas na Rua Bela Vista, no Córrego do Morcego, no bairro de Dois Unidos. Outras três pessoas ficaram feridas no desastre. Todas as vítimas eram da mesma família e estavam reunidas para celebrar o Natal.

Na ocasião, a Prefeitura do Recife apontou a responsabilidade da Compesa pelo deslizamento. Moradores, na época, denunciaram que havia um vazamento em uma tubulação da Compesa.

De acordo com técnicos, a estatal do Governo do Estado, nove meses depois, irá contratar uma consultoria para fazer a "análise crítica" do laudo, podendo afastar a suposta responsabilidade da estatal.

Em 24 de dezembro de 2019, a Compesa, em nota oficial, disse que o laudo estaria pronto em "uma semana".

"O cano que, supostamente, teria provocado o deslizamento foi identificado. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que um laudo técnico será elaborado, no prazo de uma semana, e indicará se o cano provocou o deslize ou foi quebrado pelo mesmo", publicou o Jornal do Commercio, em dezembro de 2019.

A contratação da consultoria pela Compesa foi marcada para setembro de 2020, segundo o edital oficial. Não há informações oficiais se as famílias das vítimas já foram indenizadas ou estão recebendo algum auxílio.

Últimas notícias