Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Após saída de Daniel Coelho do páreo, oposição à direita adota discurso de 'união no segundo turno' no Recife

Blog de Jamildo
Blog de Jamildo
Publicado em 14/09/2020 às 13:18
Mendonça Filho (Foto: Leo Motta/JC Imagem)
Mendonça Filho (Foto: Leo Motta/JC Imagem)
Leitura:

Do JC Online

O ex-ministro da Educação e pré-candidato a prefeito do Recife Mendonça Filho (DEM) disse respeitar a decisão do deputado federal Daniel Coelho de declarar apoio à delegada Patrícia Domingos (Podemos). "Continuo trabalhando para mudar o Recife com um projeto que passa pelo cuidado com as pessoas e com a cidade. Por um Recife melhor. Estaremos juntos no segundo turno", afirmou Mendonça em nota enviada à imprensa nesta segunda-feira (14).

Daniel também estava cotado para disputar a cadeira de prefeito, mas após se ver isolado com aliados apoiando Mendonça, decidiu abrir mão da disputa e anunciou o apoio à delegada. "Patrícia é a novidade dessa eleição. Mulher combativa, corajosa, teve a coragem de combater a corrupção desses que acham que são os donos de Pernambuco e do Recife", afirmou o parlamentar sobre a policial.

O ex-ministro Armando Monteiro Neto (PTB), que declarou apoio a Mendonça Filho, também pregou a união dos opositores do PSB no segundo turno e disse que o movimento de Daniel fortalece o grupo. Para Armando, se ele continuasse com a candidatura, fragmentaria, ainda mais, a oposição. "É um movimento absolutamente normal. Daniel tinha o direito, pela representatividade, pelo peso político, de sair candidato, se ele quisesse. Mas, na medida em que ele optou não ser, ele não agrava a fragmentação, pelo contrário, ele faz um movimento dentro das candidaturas pré-existentes. Claro que todos queriam ter o apoio de Daniel, ele é um grande eleitor no Recife, mas isso fortalece as oposições. E como estaremos, assim espero, no segundo turno, o que não deu para juntar no primeiro, vamos juntar no segundo", afirmou Armando ao JC.

Últimas notícias