Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Marília Arraes promete cadastro único municipal para reunir informações sobre serviços prestados ao cidadão

jamildo
jamildo
Publicado em 29/09/2020 às 16:40
Marília Arraes é a única deputada federal de Pernambuco. Foto: Ricardo Labastier/Divulgação
Marília Arraes é a única deputada federal de Pernambuco. Foto: Ricardo Labastier/Divulgação
Leitura:

Em reunião com os servidores municipais da Controladoria Municipal do Recife na manhã desta terça-feira (29), a candidata a Prefeita do Recife, Marília Arraes (PT), prometeu um cadastro único que reúna informações sobre todos os serviços públicos municipais prestados ao cidadão.

“É preciso unir tecnologia e inteligência, ordenar os dados para ter informações de qualidade que auxiliem a prefeitura a tomar as decisões certas. Com o cadastro único é possível entender bem as prioridades das pessoas, e saber as áreas em que a gestão precisa melhorar”, defendeu Marília Arraes.

"O uso da tecnologia com inteligência deve servir para desburocratizar trâmites hoje muito lentos e ineficientes na Prefeitura da Cidade do Recife, e que esta deve ser uma conquista que beneficiará cidadãos e empresas".  

Na reunião, Marília defendeu que, com o cadastro único, o cidadão poderia cobrar mais, e entender melhor o papel da prefeitura para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

“Com um cadastro único, o jovem, a mulher, o trabalhador terão acesso a um espaço que vai oferecer o máximo de transparência. Essa é uma forma inteligente de gestão participativa, pois os cidadãos vão opinar sobre o serviço que estão usando, e vão monitorar como o orçamento público está sendo usado”, disse acreditar.

"O Portal da Transparência que a prefeitura hoje disponibiliza mais esconde do que mostra informações, tamanha é a dificuldade da população, e até de especialistas, em acessar dados. As pessoas não entendem como está a qualidade do gasto na saúde, mas elas sentem isso na pele, quando não recebem o atendimento adequado”, afirma.

Últimas notícias