Paulo Câmara anuncia construção de Data Center no Recife e obras de requalificação no Ceasa

José Matheus Santos
Cadastrado por
José Matheus Santos
Publicado em 20/10/2020 às 8:05
Foto: Aluísio Moreira/Divulgação
Foto: Aluísio Moreira/Divulgação
Leitura:

O governador Paulo Câmara anunciou, nesta segunda-feira (19), a construção de um Data Center e de uma Estação de Aterrissagem (CLS - Cable Landing Station) para Cabo Submarino.

A obra será realizada pelo consórcio de investidores Recife Co., em parceria tecnológica com a Seaborn Networks, empresa sediada em Boston, nos Estados Unidos.

O novo Centro de Processamento de Dados será instalado no Recife, com um aporte de R$ 110 milhões.

A conexão que chegará ao Recife fará uma “ponte” com a estrutura já existente de 10,5 mil km de cabos do SeaBras-1, que começa em Nova Iorque e vai até Praia Grande, em São Paulo, pelo fundo do mar.

O Data Center é o segundo passo do consórcio de investidores após o anúncio do cabo submarino, que vai conectar Pernambuco à internet global de alta performance e reduzir o custo pela contratação de conexão de baixa latência, ou seja, com mais velocidade.

Ao todo, as duas iniciativas significam a injeção de mais de R$ 330 milhões em infraestrutura na capital pernambucana.

“São investimentos volumosos, que vão ao encontro do que a gente acredita dentro da economia do conhecimento e da melhoria da infraestrutura da rede de dados de Pernambuco. Vamos dotar o Estado de condições cada vez melhores para estarmos dentro de um contexto mundial de economia do conhecimento, economia criativa e muita geração de emprego e renda na área da tecnologia da informação”, disse Paulo.

A previsão é de que as obras sejam iniciadas em maio do próximo ano, com perspectiva de iniciar as operações em janeiro de 2022.

“Pernambuco é reconhecidamente um polo hospitalar, um polo logístico e também de tecnologia, por conta do Porto Digital. Agora nós estamos trazendo esse projeto do cabo e do Data Center, o que facilitará a instalação de empresas. Esse investimento ajudará a conexão do Norte e Nordeste e Pernambuco será reconhecido também um polo de conectividade”, disse o presidente do consórcio de investidores Recife Co, Halim Nagem. A expectativa do grupo é que o projeto, quando atingir sua maturidade, fature até R$ 320 milhões por ano.

Ceasa

O Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa-PE) vai passar por obras de ampliação e reforma em sua infraestrutura.

O anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara durante solenidade no Palácio do Campo das Princesas, nesta segunda-feira (19), em comemoração aos 58 anos do centro.

Estão previstos um novo estacionamento para veículos pesados, além de expansão dos galpões do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e do Espaço Reciflor.

A construção da nova garagem para os caminhões será realizada em uma área de 14.200 m² e está orçada em R$ 1,9 milhão, com investimentos do Governo do Estado e do Ceasa. Já a ampliação dos outros dois espaços será realizada a partir de uma emenda parlamentar do deputado federal Felipe Carreras (PSB), no valor de R$ 1,5 milhão.


O galpão do Pronaf é usado por pequenos agricultores para comercialização de seus produtos. Já o galpão do Espaço Reciflor, é onde acontecem as feiras de flores e de produtos orgânicos.

“Hoje é um encontro de celebração. A forma que o Ceasa tem planejado o futuro busca dar melhores condições de trabalho para os produtores de Pernambuco. Ao longo dos próximos anos, a ampliação e a modernização fazem parte do que a gente quer garantir para que as pessoas possam comercializar seus produtos com toda a infraestrutura adequada”, disse Paulo Câmara.

O Ceasa movimenta cerca de R$ 300 milhões por mês. No total, o centro dispõe de 1.340 lojas/boxes, onde circulam 65 mil pessoas por dia.

Últimas notícias