Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Bancada evangélica quer igrejas e templos enquadrados como serviço essencial no Recife

jamildo
jamildo
Publicado em 01/03/2021 às 16:00
Leitura:

Em vista dos impedimentos sofridos pelas igrejas e templos, na realização de suas atividades religiosas e assistenciais, a vereadora do Recife Professora Ana Lúcia, ainda em 07 de abril de 2020, deu entrada no Projeto de Lei nº 40/2020, que estabelece  que “as igrejas e os templos de qualquer culto como atividade essencial em períodos de calamidade pública no município do Recife”

"A proposta mostra-se de grande relevância, pois observamos que as instituições religiosas têm servido de auxílio espiritual, psicológico e social, levando aos mais carentes, além de ajuda emocional, apoio com alimentos e materiais de higiene, por exemplo, chegando aonde o Poder Público, em muitos casos, não consegue chegar", acredita a vereadora.

"O projeto irá para votação nos próximos dias e diante disso, estamos na expectativa de sua aprovação, a fim de que ninguém tenha a sua liberdade de consciência e de crença cerceada".

No plano federal, o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) protocolou um projeto de lei que reconhece atividades religiosas como serviços essenciais e que podem funcionar durante a pandemia do novo coronavírus.

O parlamentar destaca a papel social das igrejas e de acolhimento espiritual para justificar a medida.

“As atividades religiosas servem como alento para aqueles que perderam familiares, a saúde ou o emprego. Igrejas também desenvolvem um importante papel de assistência social e ajudam pessoas que muitas vezes o Estado não alcança” explica Eduardo da Fonte.

O projeto chegou ao parlamentar pelo deputado estadual Pastor Cleiton Collins (PP) e pela vereadora do Recife, Missionária Michele Collins; e destaca que, para o desenvolvimento das atividades, é necessário o cumprimento de todas as medidas sanitárias recomendadas pelas autoridades de Saúde.

Últimas notícias