Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Kassio Nunes pede vistas e adia julgamento de Moro. Lewandowski antecipa voto contra ex-juiz

jamildo
jamildo
Publicado em 09/03/2021 às 17:14
Foto: Ramon Pereira/Divulgação
Foto: Ramon Pereira/Divulgação
Leitura:

O ministro Kassio Nunes, indicado por Bolsonaro, alegou que não teve tempo de conhecer o processo e pediu mais tempo para proferir o seu voto, analisando se Moro agiu com imparcialidade ou não contra o ex-presidente Lula, na lava Jato.O processo começou ainda em 2018.

O ministro Ricardo Lewandowski decidiu antecipar o voto contra o ex-juiz, depois que a ministra Carmém Lúcia pediu para votar depois de ouvir o voto de Kassio Nunes.

Lewandowski disse considerar espantosa as mensagens trocadas entre Moro , Deltan e demais procuradores da Operação Lava Jato. Segundo o ministro as mensagens configuram sucessivos atos ilegais cometidos pelo ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro.

Antes dele, o ministro Gilmar Mendes, na segunda turma do STF, acaba de votar pela suspeição do ex-juiz Sérgio Moro, a pedido da defesa do ex-presidente Lula.

"Não se combate crime cometendo crimes", comentou, ao votar.

“Moro gerenciava projeto de poder que passava pela deslegitimação do PT e de Lula”, diz Gilmar ao declarar suspeição do ex-juiz.

Edson Fachin votou pela negação do pedido.

A votação é uma derrota do ministro Fachin, que tentou nesta segunda-feira anular as decisões de Curitiba e, com isto, deixar sem objeto a reclamação contra Moro. Ele chegou a pedir a suspensão do processo, mas ficou isolado, pois até a ministra Carmem Lúcia disse que o caso era gravíssimo e deveria ser votado ainda nesta tarde. A ministra pode mudar o voto, se achar que deve.

O voto mais aguardado é o do mais recente indicado por Bolsonaro, Kassio Nunes, pois Mendes e Lewandowski são críticos dos procedimentos da Lava Jato desde sempre.

Últimas notícias