Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Governadores criam comitê para planejar ações de segurança pública integradas no Nordeste em combate ao crime organizado

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 09/04/2021 às 8:55
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Leitura:

Governadores do Nordeste se articulam para implantação de ações conjuntas na segurança pública na região em combate, inicialmente, ao crime organizado.

O assunto foi discutido nesta quinta-feira (08) em reunião virtual que contou com a presença, além de governadores, dos secretários responsáveis pela segurança pública dos nove estados da região, inclusive o de Pernambuco, Antônio de Pádua. Além dele, representou o estado a vice-governadora Luciana Santos.

> Pernambuco e demais estados do Nordeste pedem à Anvisa autorização para importar vacina Sputnik V

> Prefeitura do Recife vai contratar ainda em abril empresa para fornecer cartões de pagamento do auxílio municipal emergencial

> Cidade do Grande Recife abre seleção com 51 vagas de emprego para professores e motoristas

"Em Pernambuco, há muito tempo que estabelecemos o Pacto pela Vida, que parte do pressuposto dessa integração com forças de segurança e órgãos de controle, além de medidas de prevenção. E o Consórcio Nordeste, infelizmente tem que agir muitas vezes sem a colaboração da União nesse assunto de integrar e até persistir que a União possa participar de maneira mais decisiva dessa construção", disse Luciana Santos ao Blog.

Segundo Luciana, um dos objetivos de ações integradas é a redução de custos. Para a vice-governadora, o governo federal precisa ser mais efetivo na coordenação nacional da segurança pública.

"Nós vamos persistir, mas todo movimento feito pelo presidente (Jair Bolsonaro) vai na direção contrária ao conceito que vem prevalecendo no plano teórico e acadêmico e no ponto de vista da experiência, como os decretos para armar a população, e isso vai de encontro à lógica das experiências que têm no mundo e no Brasil", afirmou.

O primeiro passo para implantação do novo modelo foi a instalação de uma câmara técnica com o objetivo de elaborar um plano de trabalho com foco na construção de um sistema integrado de segurança no Nordeste, em sintonia com o Sistema Único de Segurança Pública.

"Cada Estado tem muita coisa boa acontecendo nessa área. O que de bom há num estado que pode ser replicado em outros? É isso que vamos trabalhar. Queremos que o Nordeste, assim como ocorre no combate à pandemia, também seja referência na área da segurança", disse o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), que preside atualmente o Consórcio Nordeste.

> Investigado pela Polícia Federal, Jailson Correia, ex-secretário de Saúde do Recife, vai trabalhar no gabinete do secretário de Saúde de Pernambuco

> Em nota, comando da PM critica deputado estadual que tentou invadir batalhão, sem máscara

A Força de Segurança Integrada Nordeste, como foi nomeado o comitê, visa, no primeiro momento, combater o crime organizado e alinhar uma política comum na região.

O objetivo também proteger as divisas dos estados, com o mapeamento de aeroportos, rodovias e ferrovias para coibir, com o uso da tecnologia, a entrada de armas e de drogas e a movimentação de grupos criminosos.

Últimas notícias