Em reunião de Marília Arraes, vice-presidente do PT faz apelo por unidade no partido em Pernambuco de olho em 2022

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 24/04/2021 às 13:48
Foto: Ricardo Labastier/Divulgação
Foto: Ricardo Labastier/Divulgação
Leitura:

A deputada federal Marília Arraes (PT-PE) promoveu, nesta sexta-feira (23), uma videoconferência com integrantes do PT local e nacional sobre a devolução dos direitos políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após a declaração de parcialidade do ex-juiz Sergio Moro no caso do tríplex do Guarujá e da anulação das condenações do petista na Operação Lava Jato.

Marília Arraes defendeu a candidatura de Lula a presidente nas eleições de 2022. “A ideia dessa plenária é deixar claro para a população que é possível viver num país melhor como nos tempos do PT, nos tempos de Lula. É por isso que convidamos lideranças do nosso partido, de fora e de Pernambuco, para participar desse importante momento de debate em defesa da Democracia”, disse.

Participaram do encontro virtual os deputados federais José Guimarães (PT-CE), Benedita da Silva (PT-RJ), Alencar Braga (PT-SP), Reginaldo Lopes (PT-MG) e Odair Cunha (PT-MG). Além deles, a deputada estadual Teresa Leitão e os vereadores do Recife pelo PT Jairo Britto e Liana Cirne, além de militantes do partido.

“Teremos muito trabalho para reconstruir a esperança perdida no nosso país por conta de Bolsonaro. Marília, você irá nos ajudar na reconstrução do nosso país com sua força e vontade de lutar”, disse José Guimarães, que é vice-presidente nacional do PT.

Guimarães, segundo apurou o Blog, defendeu que o PT se organize e se unifique, inclusive em Pernambuco, de olho na eleição de 2022. Em relação a Marília Arraes, ele disse que ela é um nome para disputar o Governo do Estado ou o Senado, caso seja necessário para o partido, ou a tentativa da reeleição para a Câmara dos Deputados. 

Já o presidente do PT de São Paulo, Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo e próximo ao ex-presidente Lula, disse que a tendência é que Fernando Haddad, ex-ministro da Educação e ex-prefeito da capital paulista, seja o candidato do partido a governador de São Paulo nas eleições do próximo ano.

Com a retomada dos direitos políticos de Lula, o PT intensifica diálogo com outros partidos, inclusive com o PSB. As duas legendas têm se reaproximado, inclusive em Pernambuco, considerado o estado mais importante sob o comando dos pessebistas. Por sua vez, os petistas querem apoio à provável candidatura de Lula a presidente.

Mesmo após a disputa tensa no Recife no segundo turno da eleição para a Prefeitura, em 2020, há possibilidade de que PT e PSB estejam no mesmo palanque em 2022 no estado. O mais cotado para disputar a sucessão do governador Paulo Câmara pelo PSB é o ex-prefeito do Recife Geraldo Julio.

Enquanto em Pernambuco o partido tem uma ala com rejeições a Marília Arraes, o deputado federal Odair Cunha foi na contramão e fez elogios à deputada. “O mandato de Marília é um sucesso no cenário nacional. Marília é uma legítima representante do povo de Pernambuco”, afirmou o parlamentar. “Marília é uma grande companheira e amiga e chegou chegando na Câmara dos Deputados. Marília é uma liderança de Pernambuco, uma liderança do Recife, mas, acima de tudo, uma liderança nacional”, disse outro deputado, Alencar Braga. 

“É muito importante ter momentos assim, pois dividir essas discussões é fundamental para ter mais segurança nos nossos posicionamentos. São pessoas que entendem nossas estratégias, nossos caminhos. Aconteça o que acontecer, defenderei o partido. Esse momento é importante para deixar claro que não vou sair do PT. Pelo contrário: quero construir o PT. Queremos construir o PT no nosso Estado. Meu estado é Pernambuco e o PT é importante. Estamos aqui para colocar Pernambuco numa posição chave para o projeto de sociedade que o presidente Lula tem. Temos um compromisso com essa transformação”, ressalta Marília.

O vereador Gilmar Santos, de Petrolina, e os prefeitos João Bosco (Granito) e Irlando Parabólicas (Santa Cruz da Baixa Verde) também participaram, além de Luciano Duque, ex-prefeito de Serra Talhada e pré-candidato a deputado estadual nas eleições de 2022.

Últimas notícias