Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Consorcio Nordeste pede a Anvisa documentação que embasou negativa para importação da Sputnik

jamildo
jamildo
Publicado em 29/04/2021 às 16:16
MOSCOW, RUSSIA - DECEMBER 28, 2020: Vials containing the Gam-COVID-Vak (Sputnik V) vaccine are on display during vaccination against COVID-19 at Branch No 8 of Moscow's outpatient clinic No 121. Vladimir Gerdo/TASS.No use Russia.
MOSCOW, RUSSIA - DECEMBER 28, 2020: Vials containing the Gam-COVID-Vak (Sputnik V) vaccine are on display during vaccination against COVID-19 at Branch No 8 of Moscow's outpatient clinic No 121. Vladimir Gerdo/TASS.No use Russia.
Leitura:

Na mesma hora em que a Anvisa realiza uma entrevista coletiva para rebater as críticas do laboratório russo, que fabrica a vacina russa Sputnik, os governadores do Nordeste divulgaram um documento onde pedem a Anvisa a documentação que embasou a declaração negando a importação da Sputnik.

"Diretor presidente, vimos, em face da decisão da Diretoria Colegiada desta Agência Reguladora, proferida no processo em epígrafe e que negou a autorização de importação excepcional da vacina Sputnik V, solicitar a disponibilização de acesso integral aos autos administrativos, especialmente à documentação analisada e que embasou a emissão das apresentações técnicas das Gerência Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos e da Gerência Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária, nos termos da Lei Federal 9. 784, de 29 de janeiro de 1999, arts. 2º, VIII, 3º,II e 46", escrevem no pedido oficial, endereçado ao presidente Barra Torres.

Na fala, a agência disse que manteve a decisão de cancelar a importação da vacina russa, mas que a decisão poderia mudar em novas análises, desde que os produtores russos e fornecedores no Brasil apresentassem os dados e estudos sobre a segurança e eficácia do imunizante.

A Anvisa fez, nesta 5ª feira (29.abr.2021), um comunicado sobre a vacina russa contra a covid-19, Sputnik V.

A diretoria da Anvisa negou, nesta 2ª feira (26.abr), a permissão de importação e uso emergencial excepcional para 10 Estados comprarem a vacina Sputnik V. Técnicos identificaram falhas no desenvolvimento da vacina russa, na qualidade e na segurança do imunizante.

O RDIF (Fundo Russo de Investimento Direto), responsável pela produção e distribuição da vacina Sputnik V, afirmou nesta 5ª (27.abr), que vai iniciar um processo judicial contra a Agência por difamação.

Últimas notícias