Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Ingrid Zanella confirma pré-candidatura à presidência da OAB, pela situação

jamildo
jamildo
Publicado em 14/05/2021 às 11:42
Leitura:

Ingrid Zanella, Doutora em Direito e Professora Universitária, confirmou que é pré-candidata pelo grupo de Bruno Baptista e ratificou que possui o apoio da jovem advocacia, de diversas subseccionais, de ex-presidentes da Ordem, presidentes e membros de comissões, conselheiros, além de instituições e associações jurídicas e de inúmeros advogados e advogadas.

Em campanha, ela defende que os advogados e advogadas precisam ser entendidos em sua particulares e diferenças.

“Em um cenário de 54 mil advogados, que é o que temos em Pernambuco, temos que entender bem os anseios da advocacia. Só na gestão do presidente Bruno Baptista, mais de 3.5 mil novos advogados estarão no mercado. A jovem advocacia precisa ser ouvida. Os advogados e advogadas, do mais jovem ao mais experiente, do recém contratado aos gestores dos próprios negócios, do interior à capital, precisam ser ouvidos. Precisamos entender que a advocacia mudou e precisa se representada por esta mudança. Não podemos esquecer que, em um sistema democrático, cada cabeça é um voto.”

"Por mais que tenha o apoio de vários nomes que já fizeram história no Sistema da Ordem, o que me faz sentir muito prestigiada e reconhecida, celebro com muita emoção o apoio da classe como um todo, da advocacia. Nosso apoio vem crescendo, essa convergência acontece porque faço parte de um grupo que é formado por ideais, por bandeiras, por causas. Não por pessoas.”

Ingrid diz que a força para seguir no projeto encontrou alicerces no tempo em sala de aula e na sua história quando começou na advocacia.

“Sou professora universitária já há algum tempo e o contato com os jovens, com as suas inseguranças e incertezas, me faz lembrar dos mesmos sentimentos que tive quando iniciei minha carreira. Eu sei o que eles sentem. Lá no início, ao sair da faculdade e montar o meu escritório, não tinha familiares na advocacia, não tive um escritório montado para ingressar. Precisei começar do zero. O momento atual pede alguém com sensibilidade para entender as dificuldades enfrentadas pela advocacia em suas diversas formações, pela jovem advocacia, que entenda as suas reais dificuldades e inseguranças.”

“O nosso grupo, liderado pelo presidente Bruno Baptista, está analisando todos os cenários e tomará uma decisão coletiva e colegiada, sempre ouvindo a classe. Com a decisão tomada, atendidos os ideais e bandeiras que regem o grupo, seguiremos todos juntos em prol e trabalhando pela advocacia pernambucana.”.

Últimas notícias