Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Alagamentos do Recife: de onde virá a solução?

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 15/05/2021 às 12:20
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Por Antonio Moreira, em artigo enviado ao Blog

Recife, uma cidade construída sobre enormes aterros e quando o assunto são os alagamentos provocados pelo período das chuvas, que causam sérios transtornos e prejuízos à população, as respostas são sempre as mesmas. Cidade abaixo do nível do mar, quantidade de milímetros de chuva que em poucas horas etc.

Mas, alguém já parou para pensar por que as ruas antigas do bairro do Recife (Recife Antigo) não alagam com as chuvas? Afinal, o bairro do Recife é uma ilha arrodeada pelo Oceano Atlântico e pelo Rio Capibaribe. Seja maré baixa ou alta, seja qual for a quantidade de milímetros de chuva, o bairro não alaga.

A explicação mais lógica seria pelo eficiente sistema de grandes galerias fluviais e drenagem, das construções holandesas. Talvez! Especialistas no assunto poderiam abrir essa discussão e quem sabe buscarem uma forma de solucionar o “eterno” problema de alagamentos nas principais ruas e avenidas do Recife.

Banhada pelo Atlântico e entrecortada por rios, riachos, córregos e canais, Recife sofre há décadas com as chuvas sejam elas fracas, moderadas ou de forte intensidade. E a falta de um planejamento urbano competente e de um sistema de galerias e drenagem eficientes e bem planejados em suas ruas e avenidas, se agravam ano após ano.

Tomemos por exemplo o sistema de contenção de enchentes e prevenção de tempestades nas cidades holandesas de Amsterdã, Roterdã e Haia que estão a metros abaixo do nível do mar, mas, possuem há séculos, obras e construções eficientes ainda da Idade Média. Solução existe, pode ser complexa sim, mas, a vontade de querer fazer deverá ser maior que os obstáculos a vencer.

*Antonio Moreira é publicitário, radialista, ator e produtor

Últimas notícias