Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Negacionistas morrem mais por coronavírus e municípios podem reverter situação, combatendo desinformação

jamildo
jamildo
Publicado em 17/05/2021 às 15:10
Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (Foto: Carolina Antunes/Presidência da República)
Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (Foto: Carolina Antunes/Presidência da República)
Leitura:

Uma pesquisa avaliou dados de todos os municípios brasileiros sobre mortes por Covid-19 e diz ter encontrado evidências que ligam o negacionismo às mortes pela doença.

A pesquisa realizada na Universidade de Toronto, no Canadá, avaliou os 5.570 municípios brasileiros por aproximadamente um ano e cruzou os dados com o apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Nas cidades onde o presidente teve mais de 70% de votos no segundo turno as chances de se infectar chegaram a 567% e 647% a mais risco de morrer do que nas localidades onde o presidente teve menos de 30% dos votos.

O estudo destaca que nesses municípios as pessoas seguiram orientações erradas e negaram as orientações científicas e divulgadas pela OMS – Organização Mundial de Saúde, e por conta do negacionismo ficaram mais expostas ao vírus.

Segundo esta pesquisa, a situação piorou na sétima semana de pandemia após o pronunciamento oficial do presidente para a imprensa.

Neste momento, apoiadores do presidente passaram a relaxar sobre as medidas de isolamento social e uso de máscaras.

Por outro lado, mesmo com a grande promoção de tratamentos comprovadamente ineficazes contra o vírus e a disseminação de fake news, especialistas avaliam que ações por parte dos municípios podem reverter a situação.

Paulo Loiola, especialista em campanhas e mandatos progressistas, sócio-fundador da BaseLab, explica o que os candidatos dos municípios poderiam fazer para reverter a situação.

“Acredito que uma das medidas mais importantes seria pressionar a prefeitura por campanhas educacionais, como também utilizar das próprias mídias sociais para educar a população. A criação de projetos de lei para distribuição de máscaras e também para o isolamento social, projetos para dar transparência ao processo de vacinação e até mesmo parceria com influenciadores locais poderiam amenizar e conscientizar a população desses municípios”.

“Quando recebemos alguma notícia devemos verificar o perfil que publicou aquele conteúdo, veja a quanto tempo este perfil está ativo, quais são as fontes e se for algum bot, denuncie! No artigo The Russian, lançado em 2016, a tática Firehose é um modelo contemporâneo de propaganda que contém uma grande quantidade de canais para disseminar mensagens sem pudor em fazê-las com informações distorcidas. Isso significa que o fluxo de informações falsas acontece dessa maneira, como uma mangueira de incêndio de modo contínuo e intenso. Evite discussões e estejam atentos às informações das redes” disse.

Últimas notícias