Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Organismo da Igreja Católica repudia violência policial no Recife

jamildo
jamildo
Publicado em 30/05/2021 às 8:41
Foto: Agência JCMazella/Sintepe/Divulgação
Foto: Agência JCMazella/Sintepe/Divulgação
Leitura:

A Escola Fé e Política Pe. Humberto Plummen, vinculada ao Regional Nordeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB NE2), divulgou nota de repúdio à violência da Polícia Militar de Pernambuco contra cidadãos, que se manifestavam pacificamente em oposição ao presidente Jair Bolsonaro, neste sábado (29), no Recife.

O texto se solidariza com as vítimas, entre elas Daniel Campelo de Melo, 51 anos, que não participava do ato, mas perdeu o olho após ser atingido por um tiro de bala de borracha disparado por agentes do Batalhão de Choque.

Outros dois homens também foram internados, um atingido na perna recebeu alta no início da noite, o outro também baleado no olho está internado e não se sabe a gravidade do ferimento.

A Polícia Militar atacou com spray de pimenta a vereadora do Recife, Liana Cirne (PT). Os atos de violência aconteceram cerca de três horas depois do início da caminhada pelo centro da capital pernambucana. Além dos feridos, pelo menos quatro pessoas foram detidas pelas forças de segurança.

“Acreditamos na democracia e a defendemos como valor inquestionável para a construção de um Estado laico, plural, justo e solidário com os empobrecidos. Por isso, nos posicionamos na defesa de um Brasil livre do obscurantismo e de qualquer ameaça aos direitos historicamente conquistados”, diz a nota.

A igreja reclama que o governador do Estado, Paulo Câmara (PSB), não explicou de quem partiu a ordem para a truculência, que foi acompanhada pela cúpula da Secretaria de Defesa Social (SDS) por meio da central de monitoramento da pasta.

O gestor disse que afastou o comandante da operação e pediu rigor nas investigações.

"A Escola Fé e Política Pe. Humberto Plummen exige que a gestão do socialista puna rapidamente quanto aos responsáveis por essa ação policial que aliena as estruturas de Estado e tenta destituir o poder popular de sua existência soberana”, finaliza a nota.

Últimas notícias