Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Em articulações para 2022, Miguel Coelho quer reunião com Jarbas Vasconcelos

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 06/06/2021 às 10:28
Foto: Jonas Santos/Divulgação
Foto: Jonas Santos/Divulgação
Leitura:

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), cotado para disputar o Governo de Pernambuco em 2022, deseja ter um encontro presencial com o senador Jarbas Vasconcelos nas próximas semanas.

Miguel tem intensificado conversas com lideranças de oposição e também com integrantes de partidos que atualmente são da base aliada do PSB de olho no pleito do próximo ano.

Nesta semana, conversou com o presidente do MDB em Pernambuco, deputado federal Raul Henry, aliado ao PSB. Jarbas também é aliado ao governador Paulo Câmara e do prefeito do Recife, João Campos.

Fernando Bezerra não pretende disputar Senado se Miguel Coelho for candidato a governador

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) tem em mente que não será candidato à reeleição ao Senado caso o seu filho, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, do mesmo partido, seja candidato a governador de Pernambuco em 2022.

Atualmente, o grupo político dos dois tem representatividade na Câmara dos Deputados, com Fernando Filho (DEM), e na Assembleia Legislativa, com Antonio Coelho (DEM), líder da oposição, além de comandar a Prefeitura de Petrolina.

Segundo apurou o Blog, Fernando Bezerra pretende disputar uma vaga de deputado federal, abrindo a vaga do Senado para outro integrante da oposição em eventual chapa com Miguel Coelho disputando o governo.

Integrantes da oposição acreditam, nesse cenário, que é viável Fernando Bezerra se eleger deputado federal no MDB e o filho, Fernando Filho, renovar o mandato de deputado federal pelo DEM.

No MDB, nessa hipótese de FBC disputar para deputado federal, além dele, o outro nome de destaque na chapa proporcional seria o de Raul Henry, que deverá tentar mais um mandato na Câmara dos Deputados.

Antonio Coelho tentará a reeleição para deputado estadual pelo DEM.

FBC, como é conhecido o senador, foi eleito em 2014 para o Senado pelo PSB. Rompeu com o partido em 2017 e migrou para o MDB.

Em 2018, tentou que o partido migrasse para a oposição em uma disputa interna na legenda emedebista com Raul Henry e Jarbas Vasconcelos, que eram e continuam aliados ao PSB.

Apesar de atualmente uma ala ser aliada ao governador Paulo Câmara, a de Raul e Jarbas, e o grupo de FBC ser de oposição, o MDB está unido internamente sem conflitos internos desde 2019.

Últimas notícias