Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

meio ambiente

Primeiro semestre de 2021 registrou o maior desmatamento na Amazônia em seis anos

Estudo lançado nesta semana pelo IPAM e pelo Woodwell Climate Research Center mostra que existem 5 mil quilômetros quadrados de vegetação desmatada esperando o fogo

Jamildo Melo
Jamildo Melo
Publicado em 04/07/2021 às 17:20
Notícia
CARLOS FABAL/AFP
DESMATAMENTO Esquema teria faturado R$ 1 milhão entre 2018 e 2020 - FOTO: CARLOS FABAL/AFP
Leitura:

Dados preliminares do sistema de alertas Deter mostram que os seis primeiros meses de 2021 computaram a maior área desmatada na Amazônia desde 2016, quando começaram os registros.

Mesmo faltando dados de cinco dias para fechar o semestre, já foram derrubados 3.325 km2 de floresta, 8% a mais do que o mesmo período de 2020.

O Deter costuma apresentar dados subestimados em relação ao sistema oficial de monitoramento do desmatamento da Amazônia, o Prodes, que é divulgado anualmente. Contudo, indica tendências.

"Como ainda faltavam cinco dias para fechar o monitoramento de junho, esse número ainda pode crescer", explica a diretora de Ciência do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), Ane Alencar.

"Mas é preocupante. Temos um ano com tendência de seca principalmente na parte sul da Amazônia, e ainda muita área desmatada desde 2019 que ainda não queimou."

Estudo lançado nesta semana pelo IPAM e pelo Woodwell Climate Research Center mostra que existem 5 mil quilômetros quadrados de vegetação desmatada esperando o fogo, e que um efeito somado do fenômeno La Niña e o aquecimento de partes do Atlântico Tropical Norte pode levar condições mais secas para a região.

Comentários

Últimas notícias