Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Pesquisa da CNT mostra que 64% confiam na urna eletrônica. 19% não confiam

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança.

Jamildo Melo
Jamildo Melo
Publicado em 05/07/2021 às 15:01
Notícia
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
Leitura:

A Confederação Nacional do Transporte divulgou, nesta segunda-feira (05), os resultados da rodada 149 da Pesquisa CNT de Opinião.

O levantamento traz até a opinião sobre tipos de urna eleitoral. De acordo com os dados, cerca de 64% disse ter confiança na urna eletrônica, sendo 32,9% de confiança elevada e 30,8% de confiança moderada.

Outros 15,8% falam em confiança baixa.

18,7% disse que não tinha confiança na urna eletrônica.

No entanto, 58% diz ser a favor das urnas com impressão do voto, pois vai gerar mais confiança nos resultados. 35% diz ser contra as urnas com impressão do voto, pois o sistema atual já funciona bem.

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança.

A pesquisa, realizada em parceria com o Instituto MDA de 1º a 3 de julho de 2021, mostra as avaliações do governo e o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro.

Sobre as eleições presidenciais de 2022, a pesquisa traz as intenções de voto dos entrevistados, além da opinião sobre os tipos de urna eleitoral .

A pesquisa traz também a percepção da população sobre questões relacionadas à situação do país para emprego, saúde, educação e segurança pública.

A Pesquisa CNT de Opinião indica, ainda, a visão dos entrevistados em relação à avaliação do ensino remoto e a opinião sobre o retorno às aulas com o avanço da vacinação.

 

Comentários

Últimas notícias