PRESIDENTE INTERNADO

Bolsonaro internado: novo boletim atualiza estado de saúde do presidente; confira

Novo boletim médico divulgado neste sábado (17) pelo Hospital Vila Nova Star, de São Paulo, atualiza o quadro de saúde do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Agência Brasil José Matheus Santos
Agência Brasil
José Matheus Santos
Publicado em 17/07/2021 às 13:40
REPRODUÇÃO DE VÍDEO
Bolsonaro ao lado do médico Antônio Luiz Macedo no dia da internação do presidente em hospital de São Paulo - FOTO: REPRODUÇÃO DE VÍDEO
Leitura:

Novo boletim médico divulgado neste sábado (17) pelo Hospital Vila Nova Star, de São Paulo, atualiza o quadro de saúde do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Bolsonaro está internado na unidade desde quarta-feira (14) com um quadro de obstrução intestinal. Segundo o novo boletim, o presidente continua "evoluindo satisfatoriamente" e passará para a "dieta cremosa não fermentativa".

De acordo com o boletim médico, se o presidente continuar reagindo bem ao tratamento, a equipe médica decidirá nos próximos dias se Bolsonaro terá alta.

A nota é assinada por Antonio Macedo, cirurgião-chefe, e quatro outros médicos.

“Seguimos progredindo”, diz presidente Jair Bolsonaro em redes sociais

Bolsonaro postou, neste sábado (17), um vídeo em uma rede social em que caminha pelos corredores do Hospital Vila Nova Star, localizado em São Paulo. Na postagem o presidente destaca que seu quadro está em evolução: “Seguimos progredindo. Bom Dia a todos!”, disse.

No fim da manhã, o presidente ainda participou da live de inauguração de uma agência da Caixa em Missão Velha, no Ceará. Bolsonaro comentou sobre seu estado de saúde. Disse que a obstrução intestinal que teve é devido a uma aderência no órgão ocasionada pela facada que levou na campanha eleitoral de 2018 em Juiz de Fora, em Minas Gerais e comentou que a cirurgia foi descartada. “Graças a Deus não foi preciso. Estou louco para voltar a trabalhar, rever os amigos, voltar para o seio da família e realmente botar o Brasil para andar. Isso é o que todos nós queremos”, afirmou.

Comentários

Últimas notícias