Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

NO JORNAL O GLOBO

Mirtes Renata, mãe do menino Miguel, ganha prêmio nacional 'Faz Diferença' na categoria diversidade

Em junho de 2020, o menino Miguel foi deixado sozinho no elevador pela patroa da mãe, a ex-primeira-dama da cidade de Tamandaré Sarí Corte Real, e, após sair do equipamento, caiu do nono andar do edifício.

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 31/07/2021 às 12:51
Notícia
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Mirtes Renata, mãe do menino Miguel - FOTO: WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

A estudante de Direito Mirtes Renata Santana de Souza, de 34 anos, mãe do menino Miguel Otávio de Santana, que faleceu em junho de 2020 no Recife após cair do 9º andar de um prédio de luxo minutos após ser deixado sozinho em um elevador, venceu a categoria Diversidade do prêmio "Faz Diferença", do jornal "O Globo".

Mirtes venceu a categoria porque se tornou um símbolo da luta contra a desigualdade social e o racismo da forma mais dolorida possível, assinala o jornal "O Globo".

Em junho de 2020, o menino Miguel foi deixado sozinho no elevador pela patroa da mãe, a ex-primeira-dama da cidade de Tamandaré Sarí Corte Real, e, após sair do equipamento, caiu do nono andar do edifício. Sarí responde em liberdade pelo crime de abandono de incapaz com resultado morte. Era ela que estava responsável pela criança, porque a mãe de Miguel precisou descer para passear com o cachorro dos patrões.

Em junho, quando a tragédia completou um ano, a mãe de Miguel deixou um recado nas redes sociais: “Para sempre me recordarei com tristeza do seu sorriso que só verei em fotos! E o que me dói mais é saber que a mulher que te abandonou está solta, que a Justiça não foi feita ainda, que querem manchar a tua memória, mas estarei aqui te honrando, meu filho”.

Mirtes viveu a maior parte da vida em Bonança, distrito de Moreno, no Grande Recife. "Passou uma infância se acostumando com épocas de pouca comida no prato e água cortada por falta de pagamento, mas foi feliz brincando na rua. Com 18 anos, perdeu o irmão, de 14, assassinado por engano. Terminou os estudos e foi trabalhar com o que aparecia. Bilheteira de piscina, garçonete em pesque e pague, auxiliar de cabeleireira, professora de reforço para criança e carpinteira, o primeiro ofício de carteira assinada. Engravidou de Miguel aos 27 anos", informou o jornal O Globo ao anunciar o resultado da premiação.

"Quando ele completou 1 ano, precisei buscar emprego de novo. Não me enquadrava nos padrões de beleza que a sociedade exigia, e o que me apareceu foi trabalhar de empregada doméstica. Estava me dedicando inteiramente a Miguel no seu primeiro ano. Quando precisei deixar Miguel sozinho, me doeu muito. Só vivia chorando", disse Mirtes, que venceu o "Faz Diferença 2020" na categoria Diversidade.

Após a tragédia, Mirtes retomou o sonho de continuar os estudos. Ganhou uma bolsa da Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau) para cursar Direito e disse ter o desejo de defender mulheres como ela.

"Preciso compreender o que está acontecendo no processo do meu filho. E lá na frente quero ajudar outras mães que não têm acesso ao Judiciário, como advogada. Depois, quero ter poder, virar promotora ou juíza, um lugar que vai ser meu de direito, porque estou estudando e lutando para isso. Tudo pelo meu filho", afirmou.

artes jc
Principais fatos: (Caso Miguel WEB) - artes jc

 

INDENIZAÇÃO

Em março deste ano, a Justiça do Trabalho determinou que Sarí e o marido, o ex-prefeito de Tamandaré Sérgio Hacker, pagassem salários e benefícios trabalhistas para a mãe e a avó do menino - esta também trabalhava na casa do casal. Esse processo está relacionado à descoberta de que os salários pagos às domésticas vinham da prefeitura, onde elas mantinham vínculo mesmo sem dar expediente. A defesa do casal está recorrendo da decisão.

artes jc
Principais fatos: (Caso Miguel WEB) - FOTO:artes jc

Comentários

Últimas notícias