Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

ELEIÇÕES 2022

Agosto começa neste domingo com ato de bolsonaristas a favor do voto impresso no Recife

Manifestantes vão à orla do Recife para defender a aprovação do voto impresso nas eleições de 2022.

José Matheus Santos
José Matheus Santos
Publicado em 31/07/2021 às 14:17
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Protesto em favor do Governo Bolsonaro e contra o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional, na Avenida Boa Viagem em 2020. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) agendaram para este domingo, 1º de agosto, uma manifestação no Recife a favor da adoção do voto impresso nas eleições de 2022.

Outras cidades do Brasil também deverão ter manifestações nesse sentido.

Em Pernambuco, o ato será realizado a partir das 14h na orla do Recife, na Zona Sul da cidade. A manifestação terá concentração na Padaria Boa Viagem.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 135/2019) sobre o voto impresso é de autoria da deputada Federal e presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, Bia Kicis (PSL/DF). Em Brasília, nos bastidores do Congresso, as chances de aprovação são consideradas diminutas.

O presidente Jair Bolsonaro tem defendido a implantação do voto impresso em 2022. Ele, na quinta-feira (29), realizou uma transmissão ao vivo nas redes sociais e também na TV Brasil, emissora pública ligada ao governo federal, para criticar o atual sistema eleitoral com voto eletrônico. Bolsonaro, no entanto, afirmou que não tem provas de fraudes em eleições. O atual modelo, inclusive, é auditável.

Uma das lideranças bolsonaristas em Pernambuco, o presidente estadual do PTB, Coronel Meira, saiu em defesa da PEC do voto impresso. "Essa proposta de emenda à constituição, tem por objetivo a inclusão da impressão do voto para conferência do eleitor no ato da votação eletrônica. Haverá uma urna anexa no qual o comprovante de votação será depositado, após confirmação do eleitor; fato este, que garante a lisura da eleição para todos os envolvidos. Desta maneira, poderemos também auditar a votação quando houver suspeita de fraude, o que não pode ser feito hoje", afirmou o Coronel Meira. "Queremos o melhor para todos os eleitores e ao mesmo tempo, garantir mais segurança daqui para frente", acrescentou.

Comentários

Últimas notícias