investigação

Antes mesmo do relatório da CPI da Covid, maioria acredita nas denuncias de corrupção no governo Bolsonaro

Os dados foram divulgados nesta terça-feira, em São Paulo

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 17/08/2021 às 15:15 | Atualizado em 17/08/2021 às 15:17
Marcos Oliveira/Agência Senado
Para senadores, deputado Ricardo Barros mentiu à CPI e será convocado de novo - FOTO: Marcos Oliveira/Agência Senado
Leitura:

O sociólogo Antônio Lavareda, responsável pela produção da pesquisa da XP Investimentos, destacou para o Blog de Jamildo alguns dos principais pontos do mais novo levantamento do Ipespe.

Segundo o especialista em eleições, 57% crêem no envolvimento do governo e de alguns de seus membros contra 29% que não.  Percentuais que praticamente coincidem com os da aprovação ao funcionamento da CPI : 57% versus 31% que desaprovam a atuação da mesma.

A Comissão continua atraindo a atenção de grande parte do público: 67% dizem que têm acompanhado seus trabalhos. Os dados revelam que nela, até o momento, os oposicionistas e os que se autodenominam “independentes” continuam ganhando por larga margem a batalha da comunicação.

"Ao fundo, um número que revela como as mortes da pandemia se aproximaram de cada pessoa: 74% dos brasileiros perderam até agora, para a Covid, pelo menos um parente, amigo ou colega".

Não somente.

VOLTA A CRESCER A PERCEPÇÃO DE QUE “A ECONOMIA ESTÁ NO CAMINHO ERRADO”.

Depois de retroceder desde abril, a avaliação negativa da economia do país volta ao patamar de 63%, contra 27% que manifestam a opinião de que ela está no “caminho certo”.

No mês de julho eram, respectivamente, 59% contra 29%.Observe-se que, segundo a pesquisa, 66% já tinham conhecimento do “Auxilio Brasil”, associado na pergunta ao presidente Bolsonaro e acompanhado da informação de que seu valor seria “pelo menos 50% maior que o atual Bolsa Família”.

Comentários

Últimas notícias