Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

expectativas positivas

Projeto Retomada de Paulo Câmara e novo auxílio de Bolsonaro animam comerciantes para segundo semestre do ano

A esperança de um segundo semestre favorável se apoia ainda na continuidade do auxílio emergencial, que, com uma sétima parcela, se estenderá até outubro

JC
JC
Publicado em 19/08/2021 às 15:30
Notícia
ALUISIO MOREIRA/SEI
Plano Retomada traz pacote de incentivos e desonerando empresários e gerando postos de trabalho. - FOTO: ALUISIO MOREIRA/SEI
Leitura:

Após fortes quedas em abril e maio, a confiança dos empresários do comércio de Pernambuco registrou em agosto a terceira alta consecutiva, ultrapassando o patamar de 100 pontos, considerado um patamar de estabilidade. É o que mostra o ao Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) calculado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com uma pesquisa, divulgada nesta quinta-feira, o resultado positivo nas expectativas denota uma percepção mais otimista dos comerciantes quanto ao ambiente de negócios para o segundo semestre de 2021.

"Não obstante o cenário de inflação e elevado endividamento das famílias que se observa nos últimos meses, alguns fatores colaboraram para impulsionar essa expectativa do empresariado local. Entre esses fatores, ressalta a esperança do alcance da vacinação ao universo da população adulta até o final do ano".

Em agosto, também se sobressai como fator positivo local o anúncio de um plano estadual com foco na geração de empregos, desburocratização e acesso a crédito, além de projetos estruturantes e produtivos, com o que se estima um volume de R$ 5 bilhões em investimentos públicos e R$ 39 bilhões em investimentos do setor privado até 2022.

No que diz respeito às iniciativas para o mercado de trabalho, destaca-se o programa de subsídios a empresas, de ½ salário mínimo por até seis meses, para cada novo funcionário, visando o incremento de 20 mil novos postos de trabalho e trazendo a expectativa para a geração de renda e aceleração do consumo nos próximos meses.

Fecomércio/Divulgação
Varejo aposta em melhores vendas até o final do ano - Fecomércio/Divulgação

A esperança de um segundo semestre favorável se apoia ainda na continuidade do auxílio emergencial, que, com uma sétima parcela, se estenderá até outubro, além da concentração de eventos bastante relevantes para o comércio, o Dia dos Pais, o Dia das Crianças, a Black Friday e o Natal, que esse ano ocorrem em uma situação pandêmica menos grave que nas mesmas datas de 2020, embora a ameaça do variante delta da Covid-19, mais contagiosa, passe a preocupar os órgãos sanitários.

Com os resultados de agosto, observa-se uma redução expressiva entre a percepção sobre as condições atuais e as expectativas: em junho, a diferença entre os índices era de 69,9 pontos, o que ficou em 54 pontos no mês de agosto; ou seja, ocorre uma convergência gradual na percepção dos empresários locais, de um ambiente de negócios mais estável e promissor até o final do ano.

Fecomércio/Divulgação
Varejo aposta em melhores vendas até o final do ano - FOTO:Fecomércio/Divulgação

Comentários

Últimas notícias