Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

vida nas ruas

No Recife, vereador evangélico quer multar flanelinhas que ameaçarem motoristas

Iniciativa ainda depende de avaliação de outras comissões para ir a Plenário

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 24/08/2021 às 7:54
Notícia
REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Junior Tércio (PSC), vereador do Recife - FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Leitura:

O projeto de autoria do vereador do Recife Pastor Júnior Tércio proibindo a prática de ameaças ou de coação, de qualquer forma, mesmo que velada, por parte de alguns guardadores ou lavadores de carros, conhecidos como "flanelinhas" a motoristas foi aprovado, pela Comissão de Acessibilidade e Mobilidade Urbana da Câmara Municipal do Recife.

A matéria ainda vai tramitar por outras comissões da Casa José Mariano.

De acordo com a justificativa do projeto, a iniciativa tem como objetivo desestimular aqueles “flanelinhas” que ameaçam ou intimidam as pessoas e contribui para que passem a trabalhar de forma que garantam aos cidadãos, particularmente aos motoristas, a sensação de segurança.

A matéria também proíbe a sugestão de preço tabelado, por parte do flanelinha e garante ao motorista a livre escolha em remenurar o serviço.

O descumprimento da legislação acarreta em multa no valor de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais).

"Não podemos generalizar. Sabemos que a maioria são pais de família e que precisam garantir o pão de cada dia, na mesa de suas casas. Mas, nossa matéria visa coibir as ações abusivas por parte de alguns "flanelinhas", estabelecendo sanções administrativas para quem coagir, de qualquer forma, os motoristas", disse Júnior Tércio.

Reação do dirigente do PT do Recife

"Numa das cidades mais desiguais do país, com mais de 115 mil pessoas ou 7% da população abaixo da linha extrema da pobreza no Recife, com cerca de 500 mil pessoas vivendo em áreas de morro, com um déficit habitacional de 72 mil moradias, com um dos piores trânsitos urbanos, acho que a produção do vereador deveria ser muito mais eficiente se estivesse preocupado e procurando soluções para estes temas", reclamou o ativista Felipe Cuyry, após a divulgação da iniciativa.

Comentários

Últimas notícias