entrega de valores

CPI da Covid ouve Ivanildo Gonçalves, motoboy da VTCLog

Funcionário de empresa contratada do Ministério da Saúde é suspeito de entregar valores a servidores públicos

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 01/09/2021 às 11:23 | Atualizado em 01/09/2021 às 11:30
JEFFERSON RUDY/AGÊNCIA SENADO
Presidente da CPI, Omar Aziz, e o relator, Renan Calheiros - FOTO: JEFFERSON RUDY/AGÊNCIA SENADO
Leitura:

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), informou que a diretora-executiva da VTCLog, Andréia Lima, ligou para a comissão e se colocou à disposição para prestar esclarecimentos. O senador disse que não pretende condenar e nem julgar ninguém e considerou "salutar a empresa querer dar informações".

Em relação ao motoboy Ivanildo, Omar destacou que ele será tratado com respeito e dignidade.

Ao comentar a presença do motoboy Ivanildo Gonçalves à CPI, o vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse ter dúvidas sobre as contribuições que o depoente pode dar às investigações.

Ele sustentou sua avaliação pela estrutura de defesa montada para o motoboy, que está assessorado por advogados que obtiveram o habeas corpus do STF. Porém, Randolfe diz ter convicções de que Ivanildo "sabe muito".


Renan inclui nomes na lista de investigados

Renan Calheiros (MDB-AL) informou que adicionou novas pessoas à lista de investigados pela CPI. Foram acrescentados os nomes de Cristiano Carvalho, Emanuella Medrades, coronel Hélcio Bruno de Almeida, Luciano Hang, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, coronel Marcelo Bento Pires, Regina Célia Silva Oliveira, ministro Onyx Lorenzoni e o deputado Osmar Terra (MDB-RS).

 

Comentários

Últimas notícias