Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

PARLAMENTARES

Câmara do Recife pagou quase R$ 200 mil em aluguéis de escritórios para vereadores

Dos 39 vereadores do Recife, 14 receberam verbas indenizatórias da Câmara para "aluguel de escritório" e "despesas relacionadas ao escritório (condomínio)".

José Matheus Santos Augusto Tenório
José Matheus Santos
Augusto Tenório
Publicado em 17/09/2021 às 12:41
Notícia
YACY RIBEIRO/ACERVO JC IMAGEM
Câmara de Vereadores do Recife - FOTO: YACY RIBEIRO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

A Câmara de Vereadores do Recife gastou quase R$ 200 mil reais de janeiro a agosto de 2021 com verbas indenizatórias para aluguéis de escritórios e de espaço em condomínio para parlamentares da cidade.

Os dados constam no site da própria Câmara Municipal, na aba de verbas indenizatórias. O pagamento das quantias é previsto na legislação.

Dos 39 vereadores do Recife, 14 receberam verbas indenizatórias da Câmara para "aluguel de escritório" e "despesas relacionadas ao escritório (condomínio)". No caso dos pagamentos de condomínio, isso ocorre em razão dos escritórios que ficam localizados em edifícios.

Ao todo, R$ 199.678 foram desembolsados em oito meses, de janeiro a agosto de 2021, pelo Parlamento Municipal para o aluguel desses espaços para a atuação dos parlamentares.

Os valores são pagos mesmo com cada parlamentar tendo direito a um gabinete na sede da Câmara, localizada no bairro da Boa Vista, na área central da cidade.

Gabinetes de vereadores que receberam verbas para escritório e condomínio

Em oito meses de 2021, o "campeão" de gastos para aluguel de escritório e pagamento de condomínio para esse espaço é o gabinete do vereador Doduel Varela (PSL). Foram R$ 36.800,00 de janeiro a agosto.

Em seguida, está a vereadora Dani Portela (PSOL), a mais votada da cidade nas eleições do ano passado. A Câmara pagou 28.800,00 nesses oito meses para aluguel de escritório e condomínio para o gabinete dela.

O terceiro colocado é o gabinete do líder do governo João Campos na Câmara, vereador Samuel Salazar (MDB), com R$ 24.055,20, no mesmo período. 

Os oposicionistas Ivan Moraes (PSOL), com quase 17 mil em 2021; Alcides Cardoso (DEM), com 14,4 mil; e Felipe Alecrim (PSC), com 12.140, vêm em seguida.

A líder do PT, vereadora Liana Cirne, é mais uma que supera a casa dos R$ 10 mil, chegando a R$ 12 mil desembolsados pela Câmara em 2021.

O vereador Paulo Muniz (Solidariedade) recebeu R$ 10 mil pagos pela Câmara para alugueis e escritórios de janeiro a agosto.

Fecham a lista Chico Kiko (PP), com 9.600; Tadeu Calheiros (Podemos), com 9.200; Jairo Britto (PT), 9.000 reais; Júnior Tercio (Podemos) com R$ 8.000 recebidos; Joselito Ferreira (PSB), com 7.200; e, por fim, Alcides Teixeira Neto (PSB), com R$ 1.500.

Não há registros no site da Câmara de gastos dos demais parlamentares de janeiro a agosto de 2021 com esse setor específico de aluguéis de escritórios e pagamento de taxa de condomínio para tal finalidade.

Câmara fechou agosto com R$ 55 milhões do caixa

No início de setembro, Blog mostrou que o Diário Oficial divulgou um balancete financeiro da Câmara de Vereadores do Recife do mês de agosto de 2021.

Segundo o documento oficial, a Câmara do Recife terminou agosto com R$ 55 milhões em caixa. A informação foi publicada neste sábado (04).

O valor "sobrou" no caixa dos vereadores mesmo após efetuarem despesas de R$ 14 milhões em junho.

Em julho, foi divulgado o balanço do primeiro semestre de 2021 com sobra de R$ 51 milhões no caixa da Câmara. O novo balancete de agosto mostra mais R$ 4 milhões em sobra, passando de R$ 51 milhões para R$ 55 milhões.

Reprodução
O balancete com as cifras de R$ 55 milhões em sobra na Câmara - Reprodução

A Câmara do Recife tem 39 vereadores.

O orçamento estimado de 2020 ultrapassa R$ 158 milhões apenas para manter a Câmara.

Os saldos positivos da Câmara Municipal têm gerado “uma economia”.

Segundo vereadores, sob reserva de fonte, a Câmara Municipal tem “economizado” para comprar uma nova sede, que dê “conforto” aos vereadores e assessores. Os parlamentares estão “insatisfeitos” com as atuais acomodações da Casa.

Reprodução
O balancete com as cifras de R$ 55 milhões em sobra na Câmara - FOTO:Reprodução

Comentários

Últimas notícias