Violência

Evento internacional começa nesta terça no Recife, debatendo políticas de segurança pública e prevenção à violência

Cooperação Pernambuco apresenta estratégias e o Observatório da Prevenção

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 21/09/2021 às 10:30
Acervo/JC Imagem
Imagem ilustrativa | Após o tiroteio, ninguém do bairro quis comentar sobre as supostas motivações do crime - FOTO: Acervo/JC Imagem
Leitura:

A Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas (SPVD) de Pernambuco realiza o workshop internacional Governança de políticas públicas de prevenção às violências com base em evidência, nos dias 21, 22 e 23 de setembro.

O evento terá transmissão on-line via YouTube, com tradução simultânea e a promessa é que marque um novo estágio para as políticas do Pacto pela Vida, com um novo patamar na atenção à prevenção à violência.

O evento anuncia as novas estratégias de prevenção à violência, apresenta o Observatório da Prevenção e também outros planos.

Segundo a gestão, é resultado do convênio firmado pela SPVD com uma instituição de renome em políticas de segurança pública, o Instituto Igarapé, e três agências ONU (Escritório das Nações Unidas para Drogas e Crime, UNODC e os programas das Nações Unidas para Assentamentos Humanos, ONU-Habitat e para o Desenvolvimento, PNUD).

"O principal a ser posto com as novas estratégias é a possibilidade de dinamização e otimização dos recursos físicos, financeiros e humanos das políticas públicas preventivas do Pacto pela Vida. Os fatores de risco vão ser mitigados a partir da análise do Observatório da Prevenção. Esta plataforma vai reunir dados do Estado, como o abandono e/ou evasão escolar, em cruzamento com a circulação ilegal de arma de fogo e outras mercadorias ilegais, para criar indicadores precisos da necessidade de medidas preventivas", informam.

Um exemplo hipotético: um bairro da Região Metropolitana do Recife, no qual os indicadores da Secretaria de Educação registram crescente evasão escolar e os dados da SDS mostram aumento na atividade de pequeno tráfico de drogas. Nesse exemplo, o bairro se tornará foco das ações de programas, como o Juventude Presente, e outras iniciativas voltadas para estabelecer conexões com os adolescentes e os jovens, no próprio território deles.

O esforço ativo na criação das novas estruturas para o Estado é do secretário Cloves Benevides.

"Políticas públicas para tratarem de um tema tão complexo e multifacetado devem se moldar às evidências técnicas e aos anseios da sociedade". No Estado, a SPVD contou com a parceria próxima da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

O anúncio é feito depois de seis meses, nos quais foram realizadas oficinas técnicas e grupos focais com as equipes da SPVD e técnicos da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), além de consultores das agências da ONU e do Instituto Igarapé.

As oficinas foram coordenadas pelo UNODC, utilizando a metodologia do marco lógico (logical framework), e resultaram no desenvolvimento das estratégias e de uma nova estruturação da política de prevenção à violência.

O workshop tem seu primeiro anúncio nesta terça-feira (dia 21) e segue pelos próximos dois dias.

Nesta quarta-feira, o governador do Estado, Paulo Câmara, falará na mesa “Observatório Estadual de Prevenção Social ao Crime e à Violência”, sobre a plataforma que reunirá indicadores de diferentes secretarias de Estado para uso do Pacto pela Vida.

À tarde, na quarta-feira, será a vez de uma caminhada. Técnicos da SPVD, das agências ONU, desta vez liderados pelo ONU-Habitat, vão fazer uma caminhada a partir da Praça da Várzea. A ideia é mostrar que ajustes ambientais em locais estratégicos, e de baixo custo, nas comunidades contribuem na prevenção à violência. Essa é a proposta da metodologia CPTED (Crime Prevention Through Environmental Design ou, numa tradução livre, Prevenção de Crimes através de Mudanças Ambientais), que será aplicada em Pernambuco pela primeira vez. A técnica será apresentada numa caminhada exploratória inaugural, a partir das 14h.

A Secretaria de Prevenção à Violência e às Drogas de Pernambuco, sob a coordenação do Secretário Cloves Benevides, reforça seu papel de articuladora da política de prevenção no Estado, reunindo recursos e estratégias em torno do objetivo de conter a violência se antecipando às ocorrências, com um olhar qualificado para as populações específicas e compreendendo o território como central nesse processo.

Cooperação Pernambuco

A Cooperação Pernambuco é uma iniciativa multiagência, liderada pela SPVD, que conta com a participação do UNODC, do PNUD, da ONU-Habitat e do Instituto Igarapé. Trata-se de esforço conjunto para desenvolver conhecimento e compartilhar metodologias inovadoras e integradas que possam fortalecer ações de prevenção social e situacional dos crimes e das violências, assim como de cuidados às pessoas que fazem uso prejudicial de álcool e outras drogas no estado de Pernambuco.

 

Comentários

Últimas notícias