Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

educação

Antonio Coelho diz que programa de auxílio tecnológico do Estado possui falhas graves

Discurso foi feito na Alepe

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 24/09/2021 às 16:20
Notícia
Leitura:

Líder da Oposição na Assembleia Legislativa, o deputado Antonio Coelho usou a tribuna para apontar falhas graves contidas no Programa de Auxílio Tecnológico do Governo de Pernambuco, destinado a professores da rede estadual. Um dos principais equívocos apontados pelo parlamentar remete-se à obrigatoriedade de compra dos notebooks apenas através da Plataforma Professor Conectado.

O sobrepreço de 40% no valor dos equipamentos à venda e a qualidade da configuração dos notebooks disponíveis para a compra, considerados obsoletos, também foram questionados.

De acordo com o deputado, os equipamentos comercializados na Plataforma Professor Conectado, além de possuírem uma configuração ultrapassada, estão com preços superiores a produtos semelhantes encontrados no mercado.

“Os notebooks estão sendo vendidos a R$ 5 mil, cada. Enquanto isso, é possível encontrar produtos similares nos sites de comércio eletrônico a um valor médio de R$ 3 mil. Isso implica um sobrepreço de 40%”, destacou o Líder da Oposição, questionando, em seguida, “o interesse da gestão Paulo Câmara em forçar os professores a comprar computadores caros e ultrapassados”.

Em seguida, o deputado Antonio Coelho afirmou que essa distorção de 40% no valor dos computadores provoca um dano aproximado de R$ 46 milhões aos cofres estaduais. Dinheiro que, segundo ele, poderia ser destinado à realização de mais de 800 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica, ou para a perfuração de 1.000 poços cristalinos, ou para a construção de 10 casas de parto ao longo de todo o território de Pernambuco. “O governador deve explicações imediatas”, frisou o parlamentar.

Antonio Coelho lamentou a falta de flexibilização do Programa estadual e considerou o valor único de R$ 5 mil destinado a cada docente muito aquém do praticado em programas similares, a exemplo de Petrolina cujo valor é de R$ 8 mil. O democrata defendeu, ainda, a liberdade de compra dos professores a fim de que possam escolher os equipamentos eletrônicos que considerem mais adequados à melhoria da sua docência.

“Enquanto, no programa estadual, os professores só podem comprar notebooks, em Petrolina, o programa dá mais flexibilidade aos docentes, permitindo a aquisição de celulares, tablets, impressoras ou notebooks, de acordo com o discernimento e a necessidade de cada um para, assim, engrandecer suas aulas”, comparou o parlamentar.

Oficialmente intitulado de Inclusão Digital dos Profissionais da Rede Estadual de Ensino, o programa foi criado por meio da Lei nº 17.322/2021 e regulamentado pelo Decreto nº 50.873/2021.

 

Comentários

Últimas notícias