Eleições 2022

Deputado do PSB diz que Miguel Coelho não pode se dissociar de Bolsonaro

Na eleição passada, o tema era turma de Temer

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 26/09/2021 às 16:37
EMERSON LEITE/DEMOCRATAS
PRÉ-CANDIDATO Prefeito se antecipa as críticas e diz que pai, líder do governo, não será o nome na urna - FOTO: EMERSON LEITE/DEMOCRATAS
Leitura:

Reação à fala de Miguel Coelho

Em relação à tentativa da candidatura de Miguel Coelho de se desvincular de Bolsonaro, o deputado estadual Waldemar Borges questionou.

"Como pode, se o pai do candidato e líder do grupo em Pernambuco é também líder de Bolsonaro no Senado? Vai ser difícil convencer a população desse ‘não tenho nada a ver com isso’ de véspera de eleição, principalmente quando todo mundo sabe da carga que Bolsonaro deu na Prefeitura de Petrolina e que foi só por isso que algumas coisas foram feitas por lá" disse o parlamentar.

“Vai terminar esse grupo perdendo o apoio dos Bolsonaristas e dos que discordam de Bolsonaro. Esse tipo de comportamento pode até resolver algumas candidaturas proporcionais, mas gera um grande repúdio no conjunto da sociedade. É por essas e outras que essa turma não consegue ganhar eleição majoritária em Pernambuco já faz tempo, o que só aconteceu nas últimas décadas quando esteve ao lado da Frente Popular”, afirma Borges.

Comentários

Últimas notícias