reação ao vírus

CCJ da Alepe aprova obrigatoriedade de vacinas para servidores. Feitosa fica compleatmente isolado

O projeto agora vai para a comissão de administração e segue para o plenário

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 27/09/2021 às 13:40
ROBERTO SOARES/ALEPE
CONTRA Feitosa criticou proposta de Paulo Câmara - FOTO: ROBERTO SOARES/ALEPE
Leitura:

O projeto de lei do Estado que busca obrigar a vacinação de servidores e fornecedores passou com facilidade na Comissão de Constituição e Justiça, na Alepe, nesta manhã.

Votaram a favor os deputados Aluisio Lessa, João Paulo, Tony geral, Antonio Moraes, Priscila Krause e Isaltino Nascimento.

Apenas o deputado estadual Alberto Feitosa votou contra, ficando completamente isolado.

O deputado Antônio Coelho, irmão de Miguel Coelho, estava na reunião da comissão, mas saiu sem votar. Uma explicação possível é a postulação do irmão, Miguel Coelho. Caso votasse a favor, ajudaria a aprovar um projeto do governador Paulo Câmara. Se votasse contra, ficaria ao lado dos negacionistas.

Comentários

Últimas notícias