Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

Evitando o contágio

'Não é uma guerra santa, a guerra é contra a Covid', afirma vereadora Liana Cirne

Decreto do governador do Estado trata de exigência a vários setores, não apenas as igrejas. Portanto, argumentação de que existe perseguição é mentirosa

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 28/09/2021 às 17:00
Notícia
Divulgação
Vereadora de oposição no Recife elogia medida - FOTO: Divulgação
Leitura:

O decreto publicado pelo governador Paulo Câmara na última segunda-feira (27), revelado pelo Blog de Jamildo em primeira mão, dominou as discussões na sessão desta terça na Câmara Municipal do Recife.

A vereadora Liana Cirne, líder do PT na Câmara Municipal do Recife, defendeu nesta terça-feira (28) a medida adotada pelo Governo de Pernambuco de exigir a vacinação completa para participar de eventos públicos.

De acordo com a vereadora, as medidas foram tratadas como voltadas exclusivamente às igrejas, o que não é verdade.

“Para além do artigo 1º, que exige a vacinação completa ou apresentação de teste negativo para cultos religiosos com a participação de mais de 300 pessoas, o decreto disciplina diversos eventos públicos e culturais, incluindo, teatros, museus, circo, feiras de negócios, clubes sociais, salas de cinema, entre outros equipamentos culturais”, detalhou.

“Estão tratando o decreto como uma guerra santa, quando na verdade a guerra é contra a Covid. Eu não sou da base do Governo, mas preciso aplaudir todas as medidas políticas que colocam a ciência acima do negacionismo”, afirmou a vereadora petista.

Liana destacou ainda que não é questão de imputar a pastores ou gestores de estabelecimentos culturais a responsabilidade de cobrar o comprovante de vacinação.

“Não é a responsabilidade de um ou de outro, é uma responsabilidade coletiva. Todo mundo deve ser corresponsável por promover a vacinação como ela deve ocorrer”, reforçou.

Comentários

Últimas notícias