CINEMA

Em cenário de polarização, filme 'Marighella' deve fazer sua estreia nos cinemas

Longa dirigido por Wagner Moura conta a história do guerrilheiro, um dos principais inimigos da Ditadura Militar

Augusto Tenório
Cadastrado por
Augusto Tenório
Publicado em 04/10/2021 às 11:41 | Atualizado em 04/10/2021 às 12:03
Seu Jorge vive Marighella no longa dirigido por Wagner Moura (Imagem: Reprodução)
Seu Jorge vive Marighella no longa dirigido por Wagner Moura (Imagem: Reprodução)
Leitura:

Será no dia quatro de novembro deste ano, 52º aniversário de morte de Carlos Marighella, a estreia do filme sobre o guerrilheiro. O longa é dirigido por Wagner Moura e sua estreia já foi adiada diversas vezes, tanto por questões relacionadas à Ancine quanto por causa da pandemia.

Marighella foca nos últimos anos de vida do guerrilheiro, vivido por Seu Jorge na trama. O cantor já trabalhou como ator em filmes como Cidade de Deus (2002). Na década de 60, Carlos liderou um movimento de resistência armada contra a ditadura militar no Brasil.

A estreia acontecerá em momento singular da história brasileira, marcada pela polarização. Nos atos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por exemplo, facilmente encontram-se registros de manifestantes pedindo a volta da Ditadura Militar. O longa, inclusive, é criticado por parte do público conservador, por retratar a vida do guerrilheiro.

No elenco, estão nomes como Bruno Gagliasso, Luiz Carlos Vasconcellos, Herson Capri, Humberto Carrão, Adriana Esteves, Bella Camero, Maria Marighella, Ana Paula Bouzas, Carla Ribas, Jorge Paz.

O longa já é conhecido por quem acompanha o cinema internacional, pois já foi exibido nos festivais de Berlim, Seattle, Hong Kong, Sydney, Santiago, Havana, Istambul, Atenas, Estocolmo e Cairo. A pré-estreia deve ocorrer no primeiro dia de novembro.

Comentários

Últimas notícias