Investimentos

25 novos projetos industriais devem gerar 858 empregos, a maioria no interior do Estado

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 04/10/2021 às 17:10
HEUDES REGIS/ACERVO JC IMAGEM
CUSTOS Para algumas indústrias a conta de luz tem grande peso - FOTO: HEUDES REGIS/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Nesta segunda-feira (4), foram anunciadas mais 40 empresas que escolheram Pernambuco para implantar novas fábricas, expandir as atuais ou tirar do papel novas centrais de distribuição e de importação.

Ao todo, a 116ª reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic) aprovou 40 projetos: 25 indústrias, dez de importação e cinco de centrais de distribuição. Os números abrangem projetos aprovados pelo Programa de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco (Prodepe).

No recorte dos 25 projetos industriais, oito ficarão na Região Metropolitana do Recife (RMR), enquanto que 17 deverão seguir para o interior do Estado.

Juntos, estes projetos representam aportes de R$ 96,3 milhões, sendo R$ 44 milhões na RMR e R$ 52,3 milhões no interior. Um total de 858 empregos serão gerados nas futuras operações, sendo 128 na RMR e 730 no interior. Os setores são plásticos, produtos químicos, minerais não metálicos, agroindústria, papéis, plásticos, bebidas, farmacoquímica e metalmecânica.

Ao todo, 18 cidades receberão projetos e investimentos.

No interior, foram 15 cidades: Petrolina, Triunfo, Caruaru, Lagoa Grande, São Bento do Una, Garanhuns, Itaíba, Itambé, São José do Belmonte, Belo Jardim, Bodocó, Gravatá, Bom Conselho, Escada e Paudalho. Na RMR os projetos se dividiram em três cidades: Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho e Paulista.

CENTRAIS DE DISTRIBUIÇÃO

As cinco Centrais de Distribuição incentivadas neste Condic estão nos municípios de Recife, Paulista, Cabo de Santo Agostinho e Caruaru. São elas: Abreu & Silva Distribuidor Ltda, F. Hollanda Representações Comerciais Eireli, Ordene S/A, Twings do Brasil Ltda e Yoki Distribuidora de Alimentos Ltda.

IMPORTAÇÃO

Outro grupo de incentivos para dez projetos de importação receberam parecer favorável, espalhados pelos municípios de Recife, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho e Vitória de Santo Antão. Os projetos são das seguintes empresas: Camargo Distribuidora de Produtos Químicos, D&A Decoração e Ambientação, Distribuidora de Hortifruti Verd Ltda, Excelmed Distribuidora de Materiais Médicos e Odontológicos Eireli, Irmãos Cruz Ltda, M Jesus Catarino Carreira, Marítimos Pescados Ltda, Oesa Comércio e Representações S/A, PG Química Ltda e Quattror Comercial Ltda.

Geraldo Julio comemora

“Os dados de hoje nos mostram indicativos muito simbólicos. Termos quase R$ 250 milhões de investimentos numa época dessa de pandemia, tendo mais investimentos para o interior do Estado do que na Região Metropolitana do Recife, nos mostra que estamos no caminho certo para desconcentrar os investimentos da RMR e gerar oportunidades onde a economia mais precisa de investimentos. Isso representa o esforço conjunto que os pernambucanos, tanto do setor produtivo como do público, vêm fazendo”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio.

“Temos muito o que comemorar. Os investimentos do Prodepe somam quase R$ 100 milhões e o volume de empregos também é bastante significativo: 858 vagas. Desse total, 54% dos projetos aprovados e 85,5% dos empregos vão para o interior. Aqui na Agência este resultado vem do nosso esforço de procurar reduzir as desigualdades entre as regiões de desenvolvimento”, detalhou o presidente da Agência, Roberto Abreu e Lima.

Comentários

Últimas notícias