Saúde pública

Marília Arraes quer derrubar veto de Bolsonaro para distribuição de absorventes para mulheres carentes

O veto de Bolsonaro foi publicado no Diário Oficial da União de hoje

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 07/10/2021 às 12:56
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
RECIFE Cotada, Marília Arraes participou de disputa dura com PSB em 2020 - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

A deputada Marília Arraes, autora do Projeto de Lei nº 4968/2019, que cria o Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual e garante a distribuição de absorventes higiênicos de forma gratuita para milhares de mulheres, criticou o veto do presidente Jair Bolsonaro ao PL.

>> Pobreza Menstrual: um problema de saúde pública que perpassa pela falta de dignidade à condição de existir sendo uma mulher

"O veto, publicado no Diário Oficial da União de hoje é uma ameaça à saúde e a dignidade das brasileiras".

A deputada está encabeçando uma mobilização em prol da derrubada do veto no Congresso e conta com o apoio de parlamentares de todos os partidos.

Comentários

Últimas notícias