Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

RESPOSTA

Após vídeo, Padre Joselito diz que citou ataques como "forma de desabafo"

Prefeito de Gravatá nega ter se referido a adversário político ao dizer que "camarada" estava no "quinto dos infernos"

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 08/10/2021 às 10:06
Notícia
Instagram @padrejoselito
Padre Joselito - FOTO: Instagram @padrejoselito
Leitura:

Nessa quinta-feira (7), Padre Joselito (PSB) chamou atenção nas redes sociais pelo seu discurso na inauguração de um projeto em Gravatá. Ao Blog, o prefeito da cidade nega ter se referido a adversário político ao dizer que um "camarada", que o chamava de "padre pedófilo" e faleceu de covid-19, estava no "quinto dos infernos".

Nota enviada pela Comunicação Social e Imprensa da Prefeitura de Gravatá disse ao Blog que, desde sua campanha, o Padre Joselito sofre ataques pessoais feito por apoiadores de outras candidaturas. Dentre os ataques, estava a acusação de pedofilia. "Não ofendeu apenas ao candidato, mas feriu a integridade da igreja católica como um todo. Algumas dessas acusações criminosas e infundadas, hoje são objeto de inquéritos policiais e ações que tramitam nos juízos criminal e cível", diz sua equipe.

Sobre o discurso, a equipe cita que o prefeito recordou alguns xingamentos e "agressões gratuitas" dos quais ele e sua família foram alvos. "Diferente do que foi divulgado, ele não se referiu a nenhum adversário político. Apenas citou esses ataques em forma de desabafo e a população, que acompanhou e compartilha desse sentimento de superação, diante dessas graves e falsas acusações, hoje reconhece o trabalho sério e desenvolvido pelo gestor municipal".

Confira a nota completa sobre a declaração do Padre Joselito

Abaixo, a nota enviada pela Comunicação Social e Imprensa da Prefeitura de Gravatá

O prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, desde a campanha eleitoral sofreu ataques pessoais por populares, que apoiavam outras candidaturas, ataques esses, de cunho pessoal, tanto à reputação, moral, quanto à publicação de fake News e difamação com inverdades. Entre os insultos, o então candidato, Padre Joselito, foi caluniado por alguns populares que chegaram ao ponto tão baixo de o chamar de “padre pedófilo”, o que ofendeu não apenas ao candidato, mas feriu a integridade da igreja católica como um todo. Algumas dessas acusações criminosas e infundadas, hoje são objeto de inquéritos policiais e ações que tramitam nos juízos criminal e cível.

Na manhã desta quinta-feira, em seu discurso, durante a inauguração do Parque Janelas para o Rio, o prefeito trouxe à memória algumas dessas situações, que dentre outros xingamentos e agressões gratuitas, à sua pessoa e à sua família, citou que foi chamado de “inútil” de “padre pedófilo”. Diferente do que foi divulgado, ele não se referiu a nenhum adversário político. Apenas citou esses ataques em forma de desabafo e a população, que acompanhou e compartilha desse sentimento de superação, diante dessas graves e falsas acusações, hoje reconhece o trabalho sério e desenvolvido pelo gestor municipal, que foi aplaudido, após falar sobre o compromisso assumido e a melhoria dos serviços municipais em tão pouco tempo de gestão.

Comentários

Últimas notícias