Aposentadorias

Equipe de João Campos rebate denuncia de servidores, garante aposentadorias e cita economia de R$ 40 milhões

Mais cedo, o blog registrou que servidores pediram auditoria no TCE e fazem crítica á migração de contas na previdência

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 14/10/2021 às 12:17
Reprodução/TV Globo
João Campos com Pedro Bial - FOTO: Reprodução/TV Globo
Leitura:

Mais cedo, servidores da Prefeitura do Recife informaram ao blog de Jamildo que denunciaram ao Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) um projeto de lei do prefeito João Campos que mexe na aposentadoria dos trabalhadores.

A matéria tramita em regime de urgência na Câmara de Vereadores e prevê a migração de mais 729 aposentados entre os dois fundos de previdência dos servidores do Recife.

Por meio de nota informativa enviada ao blog, nesta manhã, a gestão municipal rebateu todos os pontos e garantiu que há vantagens para a cidade.

"A aprovação da Migração de Massa de 729 aposentados que recebiam seus proventos pelo Recifin, para o Reciprev, passou e foi aprovada por todas as instâncias competentes, incluindo o Ministério do Trabalho e da Previdência Social", citam.

"Depois da aprovação em reunião ordinária no Conselho Municipal da Previdência, no dia 1º de outubro, houve a validação atuarial do Governo Federal. Com esse novo cenário, o Executivo Municipal garante honrar o compromisso junto aos aposentados tanto do Recifin como do Reciprev dando mais segurança na execução desses pagamentos".

"A Migração de Massa, como é chamada a iniciativa, tem por objetivo realizar um ajuste de natureza econômica e fiscal que trará impacto imediato nas contas públicas do município, aumentando sua capacidade de investimentos".

"Mesmo com a migração, o Fundo RECIPREV permanecerá com superávit atuarial, estimado em R$ 245 milhões, sem causar qualquer risco às aposentadorias dos servidores".

"Com a mudança autorizada, sem nenhum ônus aos servidores e aposentados, a gestão passa a gerar uma economia de cerca de R$ 3,2 milhões por mês, ou seja, mais de R$ 40 milhões por ano. Só nos últimos meses de 2021, já serão R$ 12 milhões economizados, um incremento significativo para a carteira de investimentos na cidade", informaram.

Comentários

Últimas notícias