Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

TROCA DE FARPAS

Criticado por viagem a Dubai, Eduardo Bolsonaro rebate Marcelo Freixo

Parlamentares discutiram após foto do Zero Três vestido como Sheik

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 18/10/2021 às 11:51
Notícia
Reprodução
Marcelo Freixo criticou Eduardo Bolsonaro, que rebateu - FOTO: Reprodução
Leitura:

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSJ-SP) foi alvo de críticas nas redes sociais após publicar registro de viagem a Dubai. Marcelo Freixo (PSB-RJ), também parlamentar na Câmara, criticou o filho de Jair Bolsonaro (sem partido), dando início a um bate boca digital, com troca de farpas. Membros do Governo Federal já foram criticados por viagem milionária para evento na cidade.

No domingo (17), Marcelo Freixo publicou no seu Twitter uma foto do Zero Três caracterizado como sheik, junto com a mulher e o filho. "Isso é deboche com os brasileiros. Eduardo Bolsonaro levou a família junto com a comitiva do governo à Dubai e brinca de ser sheik, enquanto 19 milhões de pessoas passam fome no Brasil", criticou o deputado.

Eduardo, porém, rebateu publicando uma foto de Freixo de sunga com amigos. "Sabe por que brasileiros estão passando fome? Porque você apoiou o 'fique em casa a economia, a gente vê depois' enquanto aglomerava na praia de Ilha Grande com os amiguinhos sem máscara, hipócrita. Eu venho aqui para atrair empregos para Brasil, para desfazer a merd* que você fez aí".

Freixo partiu para o contra-ataque: "Tome vergonha na cara, pare de brincar de sheik e vá trabalhar, Bananinha. Entendo que você queira passear enquanto ainda está em liberdade, mas quem está pagando essa conta não é seu papai não, é o povo brasileiro. (...) Ali Banana e os 40 ladrões do desgoverno Bolsonaro estão fazendo farra em Dubai enquanto 20 milhões de pessoas estão passando fome, catando comida no lixo".

Túlio Gadêlha quer investigação do "trabalho-passeio" de comitiva do Governo Federal

Túlio Gadêlha (PDT) entrou com representação na Procuradoria Geral da República para solicitar o acompanhamento e a apuração de supostos gastos excessivos autorizados pelo Governo Federal com relação à comitiva de 69 pessoas na Expo Dubai.

Entre setembro e outubro deste ano, a comitiva formada por integrantes de nove ministérios e da vice-presidência foi aos Emirados Árabes. Lá, o intuito seria a participação da feita de negócios. O secretário da Pesca, Jorge Seif, porém, classificou a viagem como "trabalho-passeio" e "top demais".

De acordo com o Portal da Transparência, até então foram gastos R$1,7 milhão com passagens e hospedagem da comitiva. De acordo com levantamento do O Globo, o Governo Federal deve desembolsar R$ 3,6 milhões.

Até o momento já estiveram em Dubai o vice-presidente Hamilton Mourão; o ministro do Turismo, Gilson Machado; o secretário da Pesca, Jorge Seif; e Eduardo Bolsonaro (PSL), deputado. O evento, porém, segue até março de 2022 e deve receber ainda mais brasileiros, como Marcos Pontes, ministro da Ciência e Tecnologia.

Para Túlio Gadêlha, existe contradição no discurso do Governo Federal ao afirmar não ter verba para prestar assistência ao País em tempos de Pandemia enquanto seus integrantes promovem essa viagem.

"São recursos retirados dos cofres públicos e, ao que parece, parte desta quantia foi utilizada para o conforto e entretenimento da equipe do governo que faz parte da comitiva. Enquanto uns fazem viagem de luxo às custas do povo brasileiro, milhares de pessoas aqui estão enfrentando filas para comprar ossos para comer e sobreviver. É inadmissível que isto aconteça em um país em que mais de 19 milhões de pessoas passam fome", posicionou-se.

Comentários

Últimas notícias