Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

EXCLUSIVO

Saiba quem foi o blogueiro bolsonarista que fugiu do Recife para não ser preso

Evento reuniu influenciadores bolsonaristas no Recife

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 25/10/2021 às 17:11
Notícia
Direita BR
Evento no Recife tira onda com STF e Caetano Veloso - FOTO: Direita BR
Leitura:

Antes da festa da direita ser realizada num circo recifense no último final de semana, um conhecido blogueiro bolsonarista precisou fugir de madrugada da capital pernambucana para não ser preso, como informou o próprio Coronel Meira na ocasião, em sua fala no palco principal. Como apurou o Blog de Jamildo, trata-se de Bernardo Küster, investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito que apura sistema de desinformação (fake news).

De acordo com pessoa próxima ao grupo, Bernardo Küster chegou a desembarcar no Recife e estava em um hotel da cidade. Durante a madrugada, porém, recebeu a informação de que poderia ser detido pela Polícia Federal e deixou a capital pernambucana às pressas.

No evento, outros influenciadores bolsonaristas, como Gustavo Gayer e Ed Raposo, compareceram e foram elogiados pelo Coronel Meira. No palco, o pernambucano revelou, sem dar nomes, que um deles teve que viajar de madrugada porque havia risco de ser preso, por ordem do STF.

"É o comunismo, atuando contra as liberdades, mas o Nordeste é conservador, e Bolsonaro vai ser o mais votado em Pernambuco contra esta corja que está governando Pernambuco", disse Meira, no sábado.

Bernardo, segundo documentos do inquérito das fake news no Supremo, participou dos grupos "Milícia Jacobina" e "Portal de Direita", peças de uma suposta rede de influenciadores digitais responsáveis pela propagação de desinformação para defender bandeiras do governo Bolsonaro.

No ano passado, ele foi alvo de um pedido de busca e apreensão de computadores, tablets, celulares e outros dispositivos eletrônicos e materiais relacionados à disseminação das mensagens ofensivas e ameaçadoras.

Comentários

Últimas notícias