Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

CPI DA PANDEMIA

Vídeo: Ao vivo, Luiz Carlos Heinze é incluído na lista de indiciados da CPI

Senador defendeu medicamentos ineficazes contra a covid-19

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 26/10/2021 às 12:29
Notícia
MARCOS OLIVEIRA/AGÊNCIA SENADO
Senador Luis Carlos Heinze - FOTO: MARCOS OLIVEIRA/AGÊNCIA SENADO
Leitura:

Anunciou-se ao vivo, durante a votação acalorada da CPI da Covid nesta terça (26), a inclusão de Luiz Carlos Heinze (PP-RS) na lista de indiciados pela Comissão. Isso acontece após discussão dos senadores no Senado.

Durante a votação do relatório final da CPI da Covid, o senador Heinze usou seu tempo para defender remédio ineficaz contra a covid-19. A sugestão de indiciamento foi de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e foi acolhida POR Renan Calheiros (MDB-AL), relator

"Apresento requerimento pelo indiciamento do senador Luiz Carlos Heinze pelos mesmos tipos penais que foram atribuídos a outros parlamentares federais e da mesma forma, que reiteradamente disseminam notícias falsas que impactam na vida. (...) O senador é respeitado no Rio Grande do Sul, o que ele fala repercute. (...) Esses dados que o senador repete são falsos", disse Alessandro Vieira, que deseja se candidatar à presidência da República.

Renan Calheiros considerou: "Apesar das advertências, o senador Heinze reincidiu todos os dias apresentados estudos falsos. (...) Pela maneira como incitou o crime em todos os momentos, queria nesta última sessão, dar um presente à vossa excelência, que será o 81º indiciado desta Comissão Parlamentar".

Eduardo Girão (PODEMOS-CE) afirmou que a decisão do relator é covardia e revanchismo. Enquanto isso, integrantes da base governista, como Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), tentam reverter a situação.

Comentários

Últimas notícias