PERNAMBUCO

Sinpol-PE solicita interdição da Delegacia de Camaragibe ao MPT

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 02/11/2021 às 14:49
Reprodução
Delegacia de Camaragibe - FOTO: Reprodução
Leitura:

Foi protocolado pelo Sinpol-PE, junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT),O SINPOL-PE protocolou no Ministério Público do Trabalho (MPT) um pedido de interdição da Delegacia de Plantão de Camaragibe. A entidade alega que o local está em condições precárias para o funcionamento e ambiente insalubre.

As irregularidades apontadas pelo Sinpol são:

  • Cela entulhada com apreensões de objetos e materiais, ou seja, com destinação diversa
  • Falta de material de expediente (e que, após reclamações dos servidores, forneceram 01 grampeador, 01 extrator de grampos e clipes, porém, não forneceram sequer canetas)
  • Cadeiras inservíveis e quebradas (sem braços, sem rodinhas)
  • Alojamento com aparelho condicionador de ar quebrado
  • Materiais armazenados em sala transformada em depósito, em quantidade que inviabiliza até mesmo a entrada de servidores; Condicionadores de ar do alojamento feminino e da sala da Autoridade Policial sem funcionar
  • Condicionador de ar do alojamento masculino com funcionamento precário; Condicionadores de ar dos cartórios do plantão estão com vazamento de água, tendo sido colocado um balde embaixo do mesmo aparando a água (o que pode gerar curto circuito, em face dos fios do computador estarem próximos ao referido balde)
  • Não há limpeza nos finais de semana, justamente nos dias de funcionamento dos plantões (o que causa acúmulo de sujeira e desorganização) e porta do cartório do Plantão sem maçaneta ou fechadura.

“O Comitê Gestor do Pacto Pela Vida havia definido como uma de suas principais metas o aumento da capacidade de investigação de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Estado. Passados mais de 11 (onze) anos do início do aludido programa governamental, a situação dos Policiais Civis no interior do Estado e na Região Metropolitana do Recife (RMR) continua a mesma: ausência de mínimas condições de conduzir uma investigação criminal criteriosa e acurada por não dispor de instrumentos, viaturas e efetivo”, recama Rafael Cavalcanti, o Presidente do SINPOL-PE.

O Sinpol-PE realiza visitas em Unidades Policiais do Estado de Pernambuco, além de receber registros (vídeos e fotos) de diversos locais de trabalho, entre Delegacias, Seccionais e os Institutos de Medicina Legal.

 

Comentários

Últimas notícias