G20

Bolsonaro diz que pisou no pé de Angela Merkel, chanceler da Alemanha

Presidente descreveu encontro com a liderança europeia como "excelente"

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 02/11/2021 às 15:24
Presidência da República/Clauber Cleber Caetano
Jair Bolsonaro e Angela Merkel em 2019 - FOTO: Presidência da República/Clauber Cleber Caetano
Leitura:

Alvo de críticas pela sua participação na reunião do G20 em Roma, na Itália, Jair Bolsonaro (sem partido) revelou ter pisado no pé de Angela Merkel, chanceler da Alemanha. O presidente brasileiro conversou sobre o assunto e chegou a descrever seu encontro com a liderança europeia como "excelente".

"Dei uns passos em retaguarda e pisei no peito do pé dela. Ela olhou pra mim e falou 'só podia ser você", disse Jair Bolsonaro, após ser homenageado na cidade de Anguillara Veneta. Lá, o presidente brasileiro recebeu o título de cidadão honorário porque seus antepassados tem origem no município, localizado ao norte da Itália.

"À noite quis o destino que eu ficasse, entre eu (sic) e ela, o colega da Coreia. Ela me chamou para conversar por trinta minutos, quase que fomos dançar no meio do salão, um apaixonado pelo outro", completou Jair Bolsonaro.

Se com a alemã o presidente do Brasil avalia ter deixado uma boa impressão, com Joe Biden a história é diferente. O brasileiro encontra dificuldades para se relacionar com o atual presidente estadunidense, uma vez que decidiu apoiar Donald Trump na mais recente eleição presidencial dos EUA.

"Ele parece que está bastante reservado pra todo mundo. Fala muito pouco, diferentemente do Trump. Mas, para nós, interessa sim uma política cada vez maior de aproximação com os Estados Unidos, como se fosse uma continuidade do que fazíamos com o Trump", avalia Bolsonaro.

Comentários

Últimas notícias