Obras públicas

Vereador Paulo Muniz pede informações sobre obras de saneamento nos habitacionais Encanta Moça

A seis meses da entrega das moradias onde residirão 600 famílias no Pina, Compesa ainda não iniciou trabalhos

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 03/11/2021 às 17:01 | Atualizado em 03/11/2021 às 18:30
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Moradores de palafitas esperam por habitacional que esta sendo construído no bairro do Pina - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

As obras de saneamento dos habitacionais Encanta Moça 1 e 2, no Pina,  preocupam o vereador Paulo Muniz.

Presidente da Comissão de Acompanhamento das Obras do Parque do Aeroclube, onde os prédios estão sendo erguidos, o parlamentar realizará uma audiência pública nesta quinta-feira (4), para que a Compesa explique como e quando fará a ligação até a estação de tratamento de esgoto na Av. Conselheiro Aguiar, visto que faltam seis meses para a entrega das moradias, e os trabalhos ainda não começaram.

Muniz também quer detalhes das intervenções que serão necessárias nas ruas do bairro para levar os tubos subterrâneos ao local, a cerca de 1 km do Aeroclube.

“Visito com frequência os habitacionais da Zona Sul e o que presencio é terrível: péssimo odor próximo às residências, criança brincando junto de água suja e, o pior, tubulação de esgoto lado a lado à de água. Abrir um chuveiro e cair dejetos não é raro nesses locais. É desumano. Por isso a importância de sabermos, desde já, o que estão planejando para as 600 famílias que morarão nos novos edifícios”, diz Paulo Muniz.

CHARLES JOHNSON/Divulgação
Vereador do Recife - CHARLES JOHNSON/Divulgação

Além da Compesa, a BRK Ambiental participará da audiência pública, que será transmitida pelo Youtube da Câmara Municipal do Recife, às 15h.

A Secretaria de Saneamento do Recife também foi convidada para o evento.

Mais debates

Nesta quarta-feira, 03/11, será realizada uma reunião pública realizada pelo Conselho de Moradores de Brasília Teimosa para debater o projeto do Aeroclube.

O ativista social e ex-diretor de Habitação do Recife Felipe Cury participa da reunião e equestiona o processo.

"Os moradores e lideranças do Pina e Brasília Teimosa estão indignados com a falta de informações sobre o projeto e reclamam da falta de participação nas audiências públicas realizadas pela Comissão de Vereadores criada para acompanhar as obras. Apesar da tentativa dos vereadores em abrir algum espaço para debate, a verdade é que essas audiências são insuficientes e o debate se mostra superficial. Isso porque algumas questões relevantes estão sendo negligenciadas, omitidas no debate. A exemplo disso tem-se o fato de que há mais palafitas cadastradas do que apartamentos em construção. Como será implantado um projeto imobiliário privado num terreno público? Quais benefícios e contrapartida isso vai gerar? Quais critérios serão utilizados para contemplar os beneficiários? E, até agora, não está claro para os moradores que eles terão que pagar parcela pelo imóvel a Caixa Econômica." afirma Cury.

Arquivo Pessoal/Divulgação
O ativista social Felipe Cury, que atua na área de habitação no Pina - Arquivo Pessoal/Divulgação

O Presidente do Conselho de Moradores, Wilson Lapa, está convocando a comunidade e ped mais informações sobre o projeto. "Existem várias famílias que não tem casa na comunidade e queremos que elas possam ser contempladas no projeto".

Comentários

Últimas notícias