ELEIÇÕES 2022

Sérgio Moro tenta ampliar discurso para além da pauta de anticorrupção

Juiz deve lançar candidatura para 2022

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 08/11/2021 às 10:48
ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Fernando Moro - FOTO: ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

Após retornar ao Brasil e anunciar sua filiação ao Podemos, Sérgio Moro demonstra ter conhecimento da necessidade de falar mais e ampliar seu discurso para além da pauta anticorrupção se quiser ser candidato forte nas eleições de 2022. Em duas oportunidades recentes, o ex-ministro de Jair Bolsonaro (sem partido) deu pistas de como se posiciona — ou como quer se posicionar — ideologicamente.

Primeiramente, na sua coluna da Crusoé, Sérgio Moro fez uma espécie de artigo de transição. No texto, o ex-juiz não somente promete revelar os "verdadeiros motivos" do seu retorno ao Brasil e da filiação ao Podemos, mas também anuncia que vai começar a falar sobre temas mais políticos.

Sem se prolongar no assunto, disse que a "próxima vítima" do Governo Federal seria o Plano Real, implementado em 1994, no governo de Itamar Franco (1930 - 2011).

No Twitter, Moro agradou liberais na última semana ao escrever no Twitter: "Aumentar o Auxílio Brasil e o Bolsa Família é ótimo. Furar o teto de gastos, aumentar os juros e a inflação, dar calote em professores, tudo isso é péssimo. É preciso ter responsabilidade fiscal".

Espera-se que, caso confirme sua candidatura à presidência da república, Moro dispute o eleitorado ligado à direita não somente com Bolsonaro, mas também com Eduardo Leite ou João Dória, a depender de quem ganhe as prévias do PSDB.

Comentários

Últimas notícias