Paraíso

IDG diz como será a gestão do Forte de Nossa Senhora dos Remédios, em Noronha

Blog de Jamildo informou resultado da licitação nesta terça-feira

Jamildo Melo
Cadastrado por
Jamildo Melo
Publicado em 11/11/2021 às 18:04 | Atualizado em 11/11/2021 às 18:09
MARCELO LOUREIRO/ESTADÃO CONTEÚDO
TAXA TRANSPARENTE Na Alepe, a deputada Priscila Krause apresentou projeto pela transparência quanto à Taxa de Preservação Ambiental da ilha - FOTO: MARCELO LOUREIRO/ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:

Ricardo Piquet, diretor presidente do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), entidade que integra o consórcio vencedor do leilão para escolha do futuro gestor do Forte e gestora do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, e do Paço do Frevo, no Recife, informou ao blog, nesta quinta-feira, que no Forte de Nossa Senhora dos Remédios, localizado em Fernando de Noronha, será implantado um complexo de entretenimento com foco na cultura, história e preservação do meio ambiente.

Também fazem parte do consórcio as empresas pernambucanas Dix Empreendimentos, que tem à frente o empresário Manoel Ferreira, e a Pentágono Investimentos, comandada pelo empresário Luiz Priori.

“É uma oportunidade de entregar para os moradores de Noronha e para os turistas que frequentam a ilha um complexo cultural e arquitetônico que resgata parte da nossa História. Além disso, o projeto estará respeitosamente integrado à questão da preservação ambiental, assunto tão caro a todos que amam Fernando de Noronha.”, afirma Piquet.

O edital prevê a cessão da gestão do forte pelo período de 10 anos, dentro de rigorosos parâmetros de uso.

O projeto do consórcio prevê a realização de atividades culturais, como exposições, apresentações de artes cênicas - teatro e dança -, concertos e outros.

O grupo vencedor do leilão avalia incluir na programação atividades sócio-educacionais voltadas para o público infantil. Além de instalar no local estruturas de alimentação para atender aos visitantes.

A população noronhense terá livre acesso ao local.

“Temos seis meses para apresentar um projeto museológico ao Iphan, mas nossa meta é entregar a documentação bem antes desse prazo" diz Manoel Ferreira Neto, da Dix Empreendimentos.

“Uma das ideias que queremos desenvolver é a de melhorar a acessibilidade ao forte, construindo um elevador funicular. Porém, é importante lembrar que tudo será avaliado pelo IPHAN e pelas autoridades de preservação ambiental”, destaca Luiz Priori, da Pentágono Investimentos.

O Forte é tombado pelo IPHAN e o maior entre as 11 fortificações existentes na ilha. Ele foi reformado pelo IPHAN e será aberto ao público assim que se completarem as etapas determinadas pelo edital. Foi construído sobre as ruínas de uma antiga posição holandesa, abandonada após a capitulação do Campo do Taborda (Recife) em 1654.

Serviu de ponto de apoio às embarcações portuguesas no período auge das rotas de açúcar e ouro do Brasil para Portugal. Ele tem cerca de 6.300 m2 e fica a 45 metros acima do nível do mar, sobre uma colina, entre o Porto de Santo Antônio e a Praia do Cachorro.

O IDG – Instituto de Desenvolvimento e Gestão é uma organização sem fins lucrativos especializada em gerir centros culturais públicos e programas ambientais e também atua em consultorias para empresas privadas e na execução, desenvolvimento e implementação de projetos culturais e ambientais. Responde atualmente pela gestão do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, Paço do Frevo, em Recife, como gestor operacional do Fundo da Mata Atlântica e como realizador das ações de conservação e consolidação do sítio arqueológico do Cais do Valongo, na região portuária do Rio de Janeiro. Também é responsável pela implementação da museografia do Memorial do Holocausto, a ser inaugurado em 2022 no Rio de Janeiro. Saiba mais em www.idg.org.br.

A Pentágono é uma empresa de investimentos em participações de empresas nos setores imobiliário e energia.

A empresa é controlada pelo empresário pernambucano Luiz Priori, que foi sócio do Fundo de Investimentos Pátria e desenvolveu empresa na área de metais em parceria com a americana Alcoa.
Hoje o empresário tem participações em projetos de energia solar junto com a empresa espanhola Solatio e desenvolve projetos imobiliários no Nordeste.

A DIX Empreendimentos Ltda, uma empresa pertencente a holding Agemar Infraestrutura e Logística, Empresa com mais de 35 anos de atuação, é especializada em administração, operação, exploração comercial e construção de aeroportos regionais pelo Brasil. Vislumbrando o crescimento da aviação regional, desde o ano de 2006 vem atuando na gestão de Aeroportos turísticos, como o da Ilha de Fenando de Noronha e das paias de Jericoacoara e Canoa Quebrada. Recentemente participou do leilão do bloco Noroeste dos Aeroportos de São Paulo, onde em consórcio sagrou-se vencedora, somando-se assim mais 11 equipamentos em seu acervo. Saiba mais em www.agemar.com.br l @agemaroficial.

Comentários

Últimas notícias