eleições 2022

Boa notícia. Gravatá investe R$ 3,5 milhões em escola e creche

A assinatura da Ordem de Serviço para construção da nova escola aconteceu nesta terça-feira (23/11), na sede da Secretaria de Educação do município, às 10h.

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 23/11/2021 às 15:30
Gravatá
O prefeito Joselito Gomes disse que os estudantes já deverão estar nas novas salas de aulas no começo de abril - FOTO: Gravatá
Leitura:

A prefeitura de Gravatá informou que está investindo cerca de R$ 3,6 milhões em educação.

A maior parte desses recursos (R$ 3,24 milhões) vai para a construção de um novo prédio para a Escola Maria das Neves Silva, no Bairro Novo, e vem de recursos próprios da administração municipal e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A assinatura da Ordem de Serviço para construção da nova escola aconteceu nesta terça-feira (23/11), na sede da Secretaria de Educação do município, às 10h.

Conforme a gestão, a previsão é que as obras durem cinco meses e que os 800 alunos que serão atendidos na nova unidade, já comecem o ano letivo de 2022 nas novas instalações.

O prefeito Joselito Gomes explica que o modelo construtivo usado na obra trará celeridade à construção e que os estudantes já deverão estar nas novas salas de aulas, no máximo, no começo de abril.

“A partir do momento da assinatura da ordem de serviço, as obras começarão imediatamente. Não temos um minuto a perder”, disse.

Com a nova estrutura, a proposta é que sejam atendidos estudantes do Ensino Fundamental dos Anos Iniciais e Finais, além de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Nos quase 1,4 mil metros quadrados de área construída, estarão distribuídas 11 salas de aulas, salas administrativas, depósitos, biblioteca, sala de informática, espaço para recreação, sistema próprio de tratamento de esgoto, subestação elétrica, elevador para transporte de estudantes com deficiência, banheiros masculino e feminino para os discentes, banheiros com acessibilidade, entre outras facilidades. Tudo acomodado ao longo de três pavimentos.

A Secretária de Educação, Ninha Professora, disse que a escola será edificada em estrutura mista e paredes em perfil modular de PVC com preenchimento de concreto. Ela também destaca o tratamento termo-acústico que a edificação receberá.

“O que proporcionará um ambiente mais favorável para o aprendizado, protegendo os estudantes do calor e do barulho externo, melhorando consideravelmente a concentração e o foco”, afirma.

Além da escola, a prefeitura também investiu outros R$ 300 mil na aquisição do terreno onde funciona a Escola Irmã Judith Ferreira Leite, também no Bairro Novo.

“Desapropriamos a área total e já estamos analisando projetos para fazermos uma requalificação da estrutura, que deverá acontecer ao longo do próximo ano”, adianta a secretária.

 

Comentários

Últimas notícias