Blog de Jamildo - Tudo sobre política e economia com informação exclusiva, análise e opinião
Blog de Jamildo

Política do Recife, Pernambuco e do Brasil. Informações exclusivas, bastidores e tudo que você precisa saber sobre o mundo político

contas municipais

Quem é o auditor do Recife eleito presidente da federação nacional da categoria

Macêdo diz que as entidades do fisco têm um papel importante no debate da Reforma Tributária

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 25/11/2021 às 11:32
Notícia
Divulgação/Fenafim
Fábio Macêdo é um articulador, no Congresso Nacional, da Reforma Tributária - FOTO: Divulgação/Fenafim
Leitura:

O auditor fiscal do Recife, Fábio Macêdo, foi eleito, por unanimidade, para presidência da Federação Nacional dos Auditores e Fiscais de Tributos Municipais (Fenafim). As eleições foram realizadas antes do XXXII Congresso da entidade, que acontece até amanhã (26/11), no Centro de Convenções de Vila Velha/ES, e virtualmente por meio de plataforma online. O vice-presidente é Artur Mattos, auditor fiscal de Salvador.

Fábio Macêdo é o atual presidente do Sindicato dos Fazendários do Recife (Afrem Sindical) e no dia 30/11 concorre à reeleição. Ele é formado em Engenharia Elétrica e Direito pela UFPE, com pós-graduação em Direito Público pela Escola Judicial de PE (Esmape). Ele também já foi controlador do Recife.

“Devemos trabalhar para fortalecer a Federação e o fisco municipal, apoiar seus associados em demandas administrativas e jurídicas. Queremos o apoio de todos nos desafios que virão”, afirmou.

Macêdo diz que as entidades do fisco têm um papel importante no debate da Reforma Tributária.

“À frente da Fenafim devemos atuar de forma estratégica e conjunta com outras entidades municipalistas para defesa de uma Reforma Tributária que, além de preservar as atuais receitas próprias, promova uma simplificação do sistema tributário e diminua a dependência municipal da transferência de recursos de outras esferas de governo. Queremos promover uma maior integração entre as administrações tributárias como estrutura essencial para o funcionamento do estado”.

Uma de suas propostas é promover uma maior integração entre a Fenafim e os fiscos municipais com as associações dos municípios de cada estado e as de âmbito nacional.

“Nosso objetivo é o fortalecimento municipal, através da cooperação técnica, em especial, no desenvolvimento da receita própria”.

Ao falar sobre o resultado eleitoral, o vice-presidente, Artur Mattos, disse que “na defesa dos municípios brasileiros, o diálogo é a única estrada em que é possível construir o nós no lugar do eu, respeitando as divergências e construindo uma unidade possível”.

Comentários

Últimas notícias