MANIFESTAÇÃO

Em protesto contra licitação, Livres vai distribuir canetas e blocos aos vereadores do Recife

A ação é resposta à licitação, revelada pelo Blog de Jamildo, para compra de kits de luxo para vereadores do Recife

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 02/12/2021 às 13:55
Câmara dos Vereadores do Recife, conhecida como Casa de José Mariano
Câmara dos Vereadores do Recife, conhecida como Casa de José Mariano
Leitura:

O movimento Livres vai distribuir na próxima segunda (6), aos vereadores do Recife, um kit com caneta popular e bloco de notas. Trata-se de um protesto, com intuito de chamar atenção para a licitação, revelada pelo Blog de Jamildo, de itens luxuosos que seriam destinados aos parlamentares.

A licitação aberta pela Câmara Municipal do Recife previa a aquisição de "kits executivos personalizados" ao custo de R$ 279 mil, mas foi suspensa após a repercussão negativa na cidade. Dentre os itens exigidos, estavam mochilas de couro legítimo, blocos de anotações e canetas no "modelo Crown Polaris".

Diante do exposto, integrantes do movimento Livres vão entregar, na próxima segunda-feira (06), um kit com caneta e bloco de notas populares, comprados ao valor de R$ 1.98 cada, para cada um dos parlamentares da casa.

Liderança do movimento e coordenador da ação, o professor Thiago do Uber ressalta a importância simbólica do ato: "precisamos escancarar a gravidade de uma licitação como essa, que nunca deveria ter existido e que não pode se repetir. Se os itens exatamente a mesma utilidade pode ser comprado por um preço extremamente menor, fica claro que o que os vereadores não querem boas condições de trabalho, mas sim ostentação às custas do sofrimento do povo".

Para Karla Falcão, coordenadora de relações institucionais do movimento, o desafio de combater privilégios na Câmara precisa ir além de compras pontuais, a exemplo da licitação para compra de celulares de luxo, suspensa em julho, e dos kits executivos: "Em 2013, na surdina, os vereadores aumentaram o auxílio alimentação de R$ 3 mil para R$ 4.5 mil. O Livres, junto a outros movimentos fez ações que tiveram repercussão nacional e o aumento caiu. Mas o privilégio continua existindo e é um perfeito exemplo de como precisamos continuar vigilantes".

O Livres é um movimento liberal suprapartidário que promove engajamento cívico e desenvolvimento de lideranças, projetos de impacto social e propostas de políticas públicas para aumentar a liberdade individual no Brasil. Com mais de 4 mil associados entre todas as regiões do país, o Livres possui 37 mandatários associados (10 deputados federais, 9 deputados estaduais, 17 vereadores e 1 prefeito) e um Conselho Acadêmico composto por Elena Landau, Fernando Schuler, Leandro Piquet, Persio Arida, Ricardo Paes de Barros, Samuel Pessôa, Sandra Rios e Paulo Roberto de Almeida. Constituído formalmente como associação civil sem fins lucrativos desde 2018.

Comentários

Últimas notícias